22 de mai de 2012

Amigos Inimigos por Vanessa Martinelli

Amigos Inimigos

Maria e Jack eram amigos quando criança. Daqueles que se dorme na casa e brinca das mesmas coisas. Mas eles cresceram e a idade esmoreceu a amizade. Tomaram direções opostas. Demais até. E você? Já teve um amigo-inimigo?

Autora: Vanessa Martinelli
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira/Novo Século
ISBN: 9788576796596
Páginas: 101
Nota: 

Livros nacionais tem aquele poder a mais de se aproximar de você, de fazer o leitor se identificar com as situações, com a realidade, até mesmo com o clima (quem nunca se irritou com um personagem que reclamava do calor de 30ºC enquanto a gente vive nos 40ºC?). Talvez seja esse fator - a semelhança com a sua vida - que distancia um pouco os leitores de YA dos livros verde-amarelos. Ler é se dar o direito de fugir da realidade, conhecer novos lugares e não ter perigo de cair em alto mar. Ler algo que você conhece não traz a mesma emoção, mas é muita generalização dizer que são todos sem graça.

Amigos Inimigos, da catarinense Vanessa Martinelli, conta a história de dois amigos - Maria e Jack - que, ao crescerem, se afastaram, cada um seguiu seu caminho, fez novos amigos e acabaram perdendo o contato diário que tinham. Por meio do "destino", eles entram no mesmo grupo da gincana da escola, e precisam voltar a conviver em harmonia.

O livro tem pouco mais de 100 páginas, e como eu já previa, não me envolveu. A autora desenvolveu bem a narrativa, as passagens não eram rápidas demais nem lentas demais - claro, podia ter mais capítulos, um enredo maior, algumas histórias paralelas, algo que avançasse um pouco mais. Eu li em pouco mais de uma hora, não criei afeição pelos personagens, e comecei a leitura já sabendo do final (garanto que depois de ler a sinopse, você também já faz uma boa ideia). 

Maria e Jack são personagens óbvios, e podem muito bem ser seus amigos, vizinhos, colegas, ou até mesmo você - why not? Ela é mais madura que ele, mais séria e mais resistente quanto a mudar de opinião. Jack é "da turma do fundão", sempre com uma piadinha pronta para entrar no dialogo. Basicamente: Opostos.

Gostei - mas não mexeu comigo, não mudou minha vida, não me fez refletir sobre nada. É um livro bom, com uma história que todo mundo já conhece e elementos clichês. Amigos Inimigos é fraco, mas me fez rir em alguns momentos e dar uns sorrisos aqui e ali. Quem tá procurando um livro leve - e que não seja muito distante da sua realidade, recomendo.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

PS: Quando a resenha chegar em 10 comentários, sai promoção do livro autografado! #CORRE!

10 comentários:

  1. nossa, deve ser muito bom este livro
    adorei a resenha, fiquei com vontade de ler

    ResponderExcluir
  2. Eu já li algumas resenhas sobre ele, e gostei, realmente eu acho que o final é bem como eu penso, em romance, pois todos os livros de amizade que eu já li acabaram assim.
    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Eu imagino como será o fim, todos os livros de amizade que eu já li terminaram igual, esse num deve ser diferente. Mas eu quero ler, uma leitura leve e rápida.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro eu comprei em pré-venda na Saraiva, e no fim das contas acabei recebendo um exemplar autografado pela autora, podia falar mil e uma coisas mais acho que a resenha que fiz dele explica bem o que ele representa pra mim.

    Você já teve um amigo-inimigo?

    A pergunta acima foi o principal motivo para eu querer esse livro já que adoro enredos em que a amizade seja o foco. Respondendo a pergunta, sim, eu já tive um amigo-inimigo, que hoje em dia é o meu melhor amigo, o que fez com que eu me identificasse muito com a história, já que a gente se conheceu na época do colégio, apesar de não termos crescido juntos como os protagonistas, Jack e Maria. Então o fato de eu ter adorado esse livro é totalmente pessoal, mas penso que é possível que qualquer um goste também, independente da idade que tiver, já que o livro é literatura voltada para o público jovem, mas como dizem recordar é viver, e eu me peguei recordando um monte de coisa enquanto lia.

    A sinopse é bem curtinha e é uma explicação para o titulo “Amigos Inimigos”, amigos que cresceram juntos e se afastaram com o tempo, meio que criando uma inimizade. Quem nunca passou por isso?

    Mas alguns fatos na escola acabam por unir essa dupla, que junto com os outros personagens passam por situações divertidas, tensas e tristes. E é nisso que está um dos maiores méritos do livro, as situações, o modo leve como são narradas, sem artifícios que façam o leitor ficar se perguntando: Afinal da onde surgiu isso? Quando é pra divertir, você ri, quando é pra pensar, você pensa ou se for pra sentir o desespero do personagem você sente. E que personagens incríveis. Adorei as amigas da Maria, Morgana, Camila e Patrícia, cada uma me lembrando uma colega que tive na época do colégio, e como não dar risada com as loucuras da Gertrudes? Confesso que na hora da apresentação do hino meu queixo literalmente caiu, não esperava mesmo por isso...

    A narração é em terceira pessoa, mas volta e meia somos brindados com o que o personagem está pensando. Acredito que esse tenha sido o único ponto que a princípio me incomodou no livro, já que estou acostumada a ler livros em primeira pessoa.

    Nem preciso dizer que adorei o fim e estou ansiosa para a continuação. Recomendo.

    ResponderExcluir
  5. Ahhh o livro parec ser uma gracinha ! Eu gostei da historia e se parece muito com um casa que tive com uma amiga minha ! kkkk otima resenha ! beijos !

    ResponderExcluir
  6. Hum, dessa vez eu passo. rs
    Não é meu genero, mas talvez por ser bem curtinho, quem sabe neh...

    ResponderExcluir
  7. Ahhh, deu vontade de ler. Parece bom e parecido comigo. Necessito desse livro *-*

    ResponderExcluir
  8. Nathália de A. S.25 de maio de 2012 00:42

    Eu não costumo ler muitos livros nacionais, mas as vezes são interessantes. E estou precisando de leituras mais levinhas ultimamente... Rsrs.

    Beijoo Jô!

    @nathalia_asc

    ResponderExcluir
  9. Tipo, eu tenho ainda um certo preconceito com livro brasileiro: li um há pouco tempo, Era Uma Vez 1984, e achei um tanto tola a história!!! Sem envolvimento!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Girlie!

    Boa a resenha!
    O livro tem mesmo como objetivo ser leve, cômico e rápido de ler. Ideal para aquele jovem que larga os livros pela metade (perdi a conta de quantos adolescentes vieram me dizer que esse foi o primeiro livro que leram até o final e gostaram!). Ideal para descansar em um dia cheio ou para quem ainda inicia no hábito da leitura.
    No Amigos Inimigos 2 o enredo é mais complexo, mas achei melhor deixar o primeiro livro mais tranquilo. Confesso que até hoje me pego rindo quando escrevo alguma cena da Morgana!
    Obrigada pela resenha!
    Grande abraço!

    Vanessa

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!