5 de fev de 2012

Just Listen por Sarah Dessen

Just Listen

Depois de ter sido pega com o namorado da melhor amiga numa festa, Annabel Green começa o ano letivo sozinha e sendo ignorada pelo resto da escola. Mas o que realmente aconteceu naquela noite ainda é segredo, que ela não se arrisca a contar para ninguém. Os problemas de Annabel são explicitados pela recusa da família em admitir os próprios problemas, a fissura da mãe para que as filhas virem modelos famosas e Whitney, a irmã do meio, que sofre de anorexia. Uma amizade com Owen, o DJ da rádio comunitária, que tenta constantemente ampliar os gostos musicais de Annabel, fará a tímida jovem aprender a falar a verdade, doa em quem doer.

Autora: Sarah Dessen
Editora: Farol
ISBN: 9788536809007
Páginas: 308
Nota: 

Não pense nem julgue. Apenas ouça. Teria coisa mais clichê do que esse conselho? Tão clichê quanto escrever sobre high school. Nem todo mundo consegue fazer isso bem. Não são todos os autores que conseguem falar sobre a adolescência, num cenário comum e ainda pregar uma lição de moral que você está cansada de escutar. Just Listen, de Sarah Dessen, é um desses livros que fazem você pensar, você reavaliar e se identificar.

O livro é a história de Annabel, que após ser pega numa festa com o namorado da melhor amiga (que também é a garota mais popular do colégio), é excluída. No primeiro momento, Annabel se afasta de tudo, não retorna ligações e não procura por ninguém. Depois que as aulas recomeçam, ela começa a sentir o peso de sua reação. Mas contar para todos o que realmente aconteceu naquela noite? Não, ela não pode fazer isso. É nesse momento que ela conhece Owen, outro rejeitado que ninguém fala - não que ele tire os fones de ouvido por tempo suficiente de deixar alguém se aproximar. Apenas Annabel, que também não é muito boa em socializar com os outros.

Just Listen é a favor de tudo que eu penso. Eu me identifiquei com a protagonista pela sua humanidade, por seus erros e suas razões. Enquanto você pensa que ela é uma má garota, vadia como é chamada, na verdade Annabel só tem o excruciante defeito de querer ajudar todo mundo, se importar com todos. E é exatamente a verdade: quem ajuda, acaba se dando mal. Eu sempre digo isso, e ver essa lição por meio do relato de uma garota que sofre as consequências por ser legal demais, foi muito interessante. Annabel perdeu todas as amizades para preservar o segredo do namorado da melhor amiga, em parte seu segredo também. Ela se sujeita a fazer coisas que não quer, só para agradar os pais e não deixar que eles se preocupem com ela sendo que as irmãs mais velhas já dão problemas suficientes. Ela deixa seu mundo desabar só para os outros estarem bem. Contrariando o que dizem, acredito que pelo menos um pouco de egoísmo faz bem para as pessoas. 

É nessa loucura emocional que aparece Owen, com seu estranho (ops, iluminado) gosto musical e estranha capacidade de só dizer a verdade, nada além da verdade - doa a quem doer. Ele não conhece os boatos que circulam no colégio sobre Annabel, e parece nem reparar nos olhares atravessados enquanto cruzam o corredor. Não fui muito fã dele, achei alguns de seus pensamentos bem caretas e irritantes - mas é inegável que ele é sábio. Owen sabe usar as palavras, que saem direto das páginas para você. 

Uma coisa que não entendi foi por que motivo Annabel se tornou amiga de Sophie, a traída em questão. Ela é simplesmente insuportável, a mean girl que não se importa com ninguém além de si mesma e fala o que quiser, magoando quem estiver na sua frente. Elas são completos opostos. E quando está ao seu lado, Annabel é má por associação, mesmo não humilhando ninguém - ela não defende para manter a amizade. Quando está do outro lado do dedo apontado, ela vê o quanto estava errada em sua apatia. 

Sarah tem uma narrativa simples, fluida e extremamente bem composta. Os personagens são bem estruturados, o aprendizado que Annabel tem ao lado de Owen segue um ordem cronológica, sem grandes reviravoltas. O romance entre eles é bem sutil, já que o centro da história não é os dois, e sim o segredo dela. A história é tão fofa que nem as folhas brancas incomodaram (mentira, isso incomoda sempre, dá muito reflexo da luz).

É tão bom ler um livro que você queria há tanto tempo e mesmo assim se deixar surpreender pela história, não criar parâmetros e ligar à outros livros. Just Listen é muito bom, a autora transmite seus pensamentos como se escrevesse exatamente para você. Sarah Dessen sabe como é ser adolescente. E Just Listen sabe como dar uma lição. Ou talvez eu goste de ouvir o que eu acredito com as palavras dos outros. Porque quem ajuda, acaba se dando mal, não é?
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

5 comentários:

  1. Vou confessar que não conhecia o livro e tampouco sabia pelo menos a coisa mais simples sobre a autora. A capa do livro não é lá essas coisas, não gostei muito. Ela não me chamou muita atenção, na minha opinião deveriam trabalhar mais nela.
    Quanto a história, também não me impactou, acho que nao é o tipo de história que curto, respeito muito quem gosta, mas não gosto muito de histórias desse tipo team.
    Adorei sua resenha, está bem escrita. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Gente o livro parece ser Muito Bom ! Agora eu quero ! Acho ue é mancada ser pega com o namorado da melhor amiga , mas quais serão os outros segredos ! Super curiosa ! Quere esse livro na minha estante ! Beijos !

    ResponderExcluir
  3. Tenho que admitir que não havia ouvido falar do livro, nem da autora. Mas ele parece realmente legal. Mesmo já tendo lido muitos livros de adolescentes e seus segredos, acho que este não me parece com nenhum dos outros. E o modo como o descreveu me deixou interessada. Mesmo não sendo o meu tipo preferido de leitura.
    Acho que este livro é bom para ler em uma tarde tranquila, para distrair a mente. Como falaste, é uma leitura que flui, o que é bom para dar uma relaxada.
    Adorei a resenha, ótimo site.
    Beijos e continuem assim!!

    ResponderExcluir
  4. Preciso dizer, já peguei várias vezes este livro nas livrarias e o larguei com medo de me decepcionar. A algum tempo atrás lembro que me deparei com uma resenha um pouco negativa sobre a história e fiquei apreensiva, mesmo que meu desejo em ler este livro seja imenso. Porém agora vejo a asneira que fiz! Ó Deus, por que eu sou assim? u_u
    Simplesmente amei a tua resenha e fez o que trezentas resenhas boas não conseguiram. Me reconquistar e me deixar louca pelo livro novamente. A história parece ser tão linda e os momentos de reflexões tão bem elaborados. Quero agora esse livro! *-*

    Beijos,
    @umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro, até agora, e também não tenho nenhum título da Editora Farol, por enquanto.
    Gostei da resenha, e acho uque é um livro adolescente, mas que dá pra qualquer um (nomeu caso, que já não sou mais adolescente) ler.
    A capa é interessante, apesar de eu não achar uma das mais bonitas.
    Uma garota sempre tem seus segredos. E quando esse segredo não é só seu é mais complicado. Eu nunca passei pela situação de Annabel, de ser pega com o namorado de sua melhor amiga numa festa, mas acho que deve ser muito tenso. Pra saber o que exatamente aconteceu, acho que vou ter que ler esse livro rs. As outras situações dela tambem são chatas. Tentar não dar trabalho para os paiis(Impossivel!) porque as duas irmãs mais velha já dão o suficiente... Ser rejeitada, excluida de tudo na escola... Até aparecer um amigo pra por a auto estima lá no alto, pra ajudar, tentar melhorar a vida... Acho que todo mundo ja passou um pouquinho por isso. Eu também ja tive um amigo assim.

    @Karolyne_so
    Beijinhos

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!