21 de fev de 2012

Carolina se apaixona por Federico Moccia

Carolina se apaixona

Carolina tem catorze anos de idade. Vive um momento mágico em sua vida. As amigas, sempre por perto. E os sonhos, quantos sonhos! E há os primeiros beijos roubados no escurinho do portão. E sempre aquela música que surge no momento certo. Festas, escola, brincadeiras, mas também existem as provas e outras coisas de gente grande. A avó é maravilhosa e sabe enxergá-la bem longe, lá no fundo de sua alma. Sobre o amor? O que se sabe? O que se vive? Como é realmente o amor? Talvez ele tenha os olhos de Massimiliano? O amor é aquilo? Quem sabe... Mas Carolina perdeu o celular, e com ele tudo o que sabia sobre o rapaz. Mesmo assim, ela não tem dúvidas de que conseguirá reencontrá-lo. Enquanto isso, sonha chegar bem perto da nuvens. E a vida transcorre sem preocupações. Entre as aventuras de cada dia e as sombras do convívio familiar não paira nem de longe a suspeita e a desconfiança. O seu coração está sempre acelerado a cada afeto que se abre e se transforma em esperança pelo futuro. E há uma estrada infinita diante dela que convida a seguir caminhos desconhecidos. Carolina está pronta para ser feliz.

Autor: Federico Moccia
Editora: Planeta
ISBN: 8576657821
Páginas: 400
Nota: 

Eu tenho uma lista grande de autores e livros que me cobram por nunca ter lido. Federico Moccia, autor do famoso Desculpa se te chamo de amor, era um dos nomes que lá figuravam. Eu tive a oportunidade de conhecer seu trabalho por meio de Carolina se apaixona, seu último lançamento. Uma pergunta: Todos os livros dele são assim? Porque, cá entre nós, foi uma péssima experiencia - e juro que me esforcei para gostar de Carolina se apaixona.

Carolina tem quase quatorze anos, duas melhores amigas imperfeitas e novas experiencias. Na verdade, o livro é sobre isso: primeiras experiencias. O primeiro beijo, primeiro amor, primeira desilusão... Ela conheceu Massimiliano, e desde então só tem olhos para ela - mas o destino não está colaborando. No meio disso, tem os problemas com as amigas, com a família, com a escola...

Não é a primeira vez que falo isso, e também não será a última: um livro é baseado nos personagens. Pessoas cativantes deixam uma narrativa cativante - esse é o primeiro passo para um bom livro. Se os personagens são legais, até a história mais boba do mundo pode ser linda. Agora se os personagens são chatos...

Carolina é chata, extremamente ingenua e super 'bobinha'. Cheia de devaneios internos, ela não consegue separar os seus problemas dos outros, não consegue entender a dinâmica do mundo, assim digamos. Tá, todo mundo sabe que não gosto de personagens apaixonados que ficam sem ação e personalidade própria. Mas é verdade, não? Quando você está na cabeça de alguém, você quer que essa pessoa faça e aconteça, não que fique se lamentando porque fulano está com problemas e isso me afeta de tal modo.

A narrativa de Federico é singular, até mesmo rasa. Por quê? Personagem principal tão profunda quanto piscina de bebê. Carolina não consegue passar a emoção daquele momento que ela está passando, envolver o leitor em sua jornada de auto conhecimento. Eu remei durante as 400 páginas do livro! 

Infelizmente, não gostei. Federico Moccia foi uma decepção - e olha que eu nem tinha expectativas. Não sei se me aventurei no livro errado, se não estava preparada psicologicamente para uma personagem como Carolina, sendo que eu ainda estou com a Katniss na cabeça. Eu realmente sinto muito por não ter gostado do livro. Talvez se você já goste dos livros do autor... Sabe quando nem Roma parece interessante? =S
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

9 comentários:

  1. Ai não sei se me arriscaria a ler esse livro ! Não é do tipo de romance que eu gosto de ler ! Acho que esse eu não vou ler ! A indicaçõa pra mim fala tudo e se voce não gostou provavelmente eu tambem não ! Beijos !

    ResponderExcluir
  2. Eu entendo isso, os personagens são muito importantes pra historia, a historia pode ser simpleszinha mas se tiver personagens extraordinários muda tudo e vice-versa, nunca tinha ouvido falar desse autor (se já tinha não me lembro), e personagens estilo Bella Swan da vida me irritam, muito.

    Beijos
    Thaila
    http://onlycrazygirl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Poxa, que chato isso. Quando vi esse livro em alguns blogs fiquei animada, a capa muito fofa, romance ( que eu adoro!) e uma sinopse legal. Cheguei até a dar uma olhadinha nele na Saraiva.com, mas acabei colocando outro no lugar no meu carrinho de compras porque achei melhor esperar as resenhas.
    Acabo de respirar aliviada por não ter me precipitado. É claro que ninguem tem o mesmo gosto, mas pela resenha dá pra sentir que o livro é bem, mas bem devagar. Sabe o que vou fazer? Esperar.Pra ter certeza, como fiz com "O céu está em todo lugar", que li resenhas bem negativas e acabei desanimando, até ler resenhas falando coisas super positivas até que comprei. Esse "Carolina se apaixona" parece ser o contrário. Achei que fosse tipo "Anna e o beijo francês" e pelo que você disse não é nada disso. Realmente uma pena.

    ResponderExcluir
  4. Ai, que decepção! Sou uma das pessoas que nunca leu Federico Moccia, mas que faz promessas para fazê-lo, porém fiquei um tanto quanto receosa agora. Pode ser que seja apenas esse livro que não tenha dado certo, mas... Agora não sei. Tantas pessoas idolatram o autor, mas até o momento essa é a primeira resenha do livro que leio. Talvez tenhas apenas que dar uma chance lendo livros que todos elogiam, não sei. :x
    Fiquei realmente triste em saber que os personagens não são cativantes e a história é fraca. :/

    Beijos,
    Samyra Aquino (@umalimonada)
    http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu amo as capas dos livros de Federico Moccia, mas é só isso. Desde que eu li o sofrido e GIGANTE, mas chato e arrastado "Desculpa se te chamo de amor" eu sabia que NUNCA mais queria ler nada desse autor. Eu até agora há pouco antes de ler a sua resenha queria ler esse livro, mas vai ficar para NUNCA MAIS. Sério mesmo, acho que o autor é muito enrolado nas suas descrições, sem contar a narrativa que mais dá sono que tudo, ele se perde e coloca um monte de coisa nada a ver e muitos personagens que nem servem para nada só para encher linguiça.
    As estórias que ele escrevem sao bonitas, então se você quiser acompanhá-las veja as adaptações cinematográficas que são feitas (PASME) por ele, são muito superiores que os livros. Já vi os filmes "Desculpa se te chamo de amor" e "Três Metros Acima do Céu" e amei mesmo, mas os livros estou passando longe. Desculpe o desabafo aqui!

    Beijão
    Will
    Vício de Cultura

    ResponderExcluir
  6. aai, livro de autor brasileiro não é comigo :S
    a descrição do livro até que é legal... mais não me pega não
    nunca tive boas experiencias com autores brasileiros, então não me pega nem com reza brava... nunca mais :P

    ResponderExcluir
  7. Bom, eu não tinha nenhuma vontade de ler este livro. Não me agradou, li a sinopse mas nada me deixou muito curiosa em relação a ele. Nem sei muitas coisas sobre o autor também!!
    Mas, ao longo do tempo que ando comentando o seu blog, percebi que temos alguns gostos semelhantes, como por exemplo, para livros. Já li alguns dos que você resenhou e em vários momentos (muitos para ser sincera) tive algumas opiniões muito parecidas com as suas.
    Mas gosto de dar algumas chances aos livrinhos, provavelmente lerei mais algumas resenhas e se a maioria for parecida com a sua, nem comprarei o livro, pois seria um desperdício de dinheiro.
    Mas pelo que li nessa sua resenha, é uma história até meio que infantil, me pareceu. Realmente não suporto personagens imaturos e bobinhos demais para a idade que tem (se bem que eu também acabei de ler a trilogia inteira de Jogos Vorazes e adorei a Katniss, que realmente é uma "guerreira").
    Bom, desejo-te sorte então para as próximas escolhas literárias e espero que saiam resenhas ótimas por aqui. Você as escreve muito bem!!
    Bom, acho que é isso. Mas eu vou esclarecer uma coisa. Não julguei o livro pela capa (mesmo eu não tendo gostado muto dela), mas sim pela sinopse. Gosto de livros que me deixem curiosas. Este, por exemplo, não me trouxe nada. Então é isso, só para deixar bem claro a minha escolha.
    Beijos, e até breve.

    ResponderExcluir
  8. É esquisito, eu amei o Desculpa se te chamo de Amor, e o desculma mas quero me casar contigo. Não sei se vou me arricar nesse também, porém os anteriores foram um dos meus livros favoritos!

    ResponderExcluir
  9. Sou uma devoradora de livros nata, vivo lendo de tudo, de autores nacionais a internacionais. Os mais vendidos aos mais criticados. E posso dizer com muita segurança, Federico Moccia nunca me decepcionou, na verdade todos os livros dele eu li, me diverti e devorei em menos de uma semana. Federico Moccia é um ótimo escritor, e seus livros são muito bons.
    Melhor rever seus conceitos, ler mais sobre os autores antes de critica-los. afinal, se fosse um lixo como você está falando, não teria saido o filme...

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!