20 de jan de 2012

Silêncio por Becca Fitzpatrick

Silêncio - Hush Hush #3

Com spoiller dos livros anteriores!
Nora Grey não consegue se lembrar dos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar em um cemitério e descobrir que ficou desaparecida por semanas, ela precisa retomar sua rotina, voltar à escola, reencontrar a melhor amiga, Vee, e ainda aprender a conviver com o novo namorado da mãe. Em meio a tudo isso, Nora é assombrada por constantes pensamentos com a cor preta, que surge em sua mente nos momentos mais improváveis e parece conversar com ela. Alucinações, visões de anjos, criaturas sobrenaturais. Aparentemente, nada disso tem a ver com sua antiga vida. A sensação é de que parte dela se perdeu. É então que o caminho de Nora cruza o de um sexy desconhecido, a quem ela se sente estranhamente ligada. Ele parece saber todas as respostas… e também o caminho até o coração de Nora. Cada minuto a seu lado confirma isso, até que Nora se dá conta de que pode estar apaixonada. De novo.

Autora: Becca Fitzpatrick
Editora: Intrinseca
ISBN: 9788580571318
Páginas: 301
Nota:  (É seis mesmo, eu não to louca - nem você)
Livros anteriores: Sussurro, Crescendo.

Posso pedir um minuto de silêncio (trocadilho que adorei usar enquanto lia: "Silêncio que to lendo Silêncio") pelo ano que esperamos pelo livro? ... Ok, agora já posso começar a surtar: OMG, OMG, OMG! Junte uma capa incrível, um sinopse instigante, muita ação e romance, e por ultimo, Patch. Como se esse último acréscimo já não valesse o livro todo. Silêncio honrou todas as expectativas que eu tinha e fez melhor. É perfeito, mágico, lindo, sedutor... e... e... e... torturante.

Nora acordou no cemitério sem lembrar de nada dos últimos cinco meses. Segundo sua mãe, ela foi sequestrada a três meses e não tem nenhuma noção de quem fez isso. Como se passasse somente uma noite desde sua última lembrança, ela agora precisa conviver com o namorado da mãe que é pai de sua arqui-inimiga, tentar descobrir por que ela sonha e delira com a cor preta e principalmente, por que o nome Patch mexe tanto com ela. Tanto quanto o estranho Jev que salvou sua vida de um grupo de... anjos caídos e nephilins?

É engraçado que quem nunca leu a série Hush Hush pode ler Silêncio e não ficar perdido. E isso simplesmente porque Nora está perdida. Ela não sabe quem é Patch, não sabe sobre anjos caídos e seus vassalos, não sabe sobre seu pai, sobre o Mão Negra ou o perigo que corre. Para ela, quando acordou seu mundo continuava coloridinho. Até ela perceber em cinco minuto que não era bem assim. Nesse livro, Nora parece mais forte que nos anteriores, sem precisar se esconder atrás do Patch quando surgem as ameaças. Talvez porque ela não sabe que costumava fazer isso, mas senti mais segurança nela dessa vez. E, mesmo com as alucinações, foi meio estranho o jeito que ela aceita todas as informações sobre esse mundo sobrenatural que supostamente não deveria existir. Medo do sobrenatural é uma característica muito importante num livro assim, deixa as coisas mais reais.

E o Patch... Preciso mesmo comentar? Ele perdeu um pouco seu jeito sedutor em Crescendo, mas volta com tudo em Silêncio. A melhor parte do personagem na série é o jeito misterioso e debochado dele em Sussurro, quando tentava conquistar a Nora. Dessa vez ele precisa reconquista-la e não para matá-la, ou seja, Patch lindomaravilhoso é mais romântico, sem abandonar aquele jeito bad boy que a gente ama! Senti sua falta, seu lindo ♥

Silêncio é angustiante, tem mais ação que todos os outros livros. Nora tá em busca de resposta, Patch em busca de vingança, e os nephilins estão em busca dos dois para iniciar uma guerra contra os anjos caídos. Me irritei com Vee e a mãe de Nora fingindo que não conhecem o Patch, que Nora não teve nenhum namorado durante esse tempo em que ela perdeu a memória. Hei, a sua filha/melhor amiga precisa lembrar de quase meio ano de sua vida, contribuir com informações ajuda, sabia? E não existe psicólogos que fazem regressão, não?

Com momentos de riso incrédulo, gargalhada genuína, lágrimas e, óbvio, muitos suspiros, Silêncio segue no ritmo de perfeição dos outros livros. Só quero saber uma coisa: como aguentar mais um ano para ler Finale? E depois disso como lidar com o final (meu próximo trocadilho)? Eu não recomendo, eu INTIMO você a ler esse livro. 
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

4 comentários:

  1. Nathália de A. S.20 de janeiro de 2012 19:01

    Ainda não terminei de ler... (Joana Argenta, sua ninja! uahuahauhauha).

    Mas compartilho dessa sua paixão!
    Tive que relembrar um pouco de Sussurro e Crescendo para não perder a essência, mas ok. Vou terminar feliz Silêncio.

    Agora vou usar o trocadilho hein! Rsrs.

    Amei a resenha!

    Super Beijo Jo!

    @nathalia_asc

    ResponderExcluir
  2. Oieee...

    Eu tenho um amigo que é apaixonado na série hush, hush vive tentando me convencer a ler... mas parece que cada vez que eu leio uma resenha ou escuto ele me dizendo pra ler parece que a historia não me conquista sabe?! Sei lá eu amo romance e dizem que o livro é de suspirar e morrer de amores mas sei lá... eu até peguei o livro Sussuro e comecei a ler mas não deu parei antes de passar das primeiras paginas ... quem sabe um dia eu me anime em ler eles...
    beeeeijos bye

    ResponderExcluir
  3. Vou morrer Girlie!

    Não acredito que resenha é essa, que livro é esse, que Patch é esse!

    Concordo com vc sobre o fato de o (DELÍCIA MAN) ter perdido o "jeito sedutor" em Crescendo, mas agora pelo que vi parece a história sendo reescrita com a perda da memória da Nora!

    preciso ler Silence!

    ai Meu Deus! se com a resenha já fiquei emocionada, imagine lendo o livro!

    ai Patch!

    xoxo!

    ResponderExcluir
  4. Hey Joana! =)
    E lá vamos nós... assim como eu tinha uma certa rejeição a Glee, essa série de livros não foi diferente.
    Um monte de gente comenta, um monte de gente ama, isso me deixa com um pé atrás.
    Por que best-sellers me assustam? Porque uma coisa que agrada a muita gente merece o benefício da dúvida quanto a sua qualidade.
    Mas você parece ter bons argumentos quanto essa série.
    Você suspira pelo Paaaatch♥ desde que eu venho comentando por aqui (e estou quase certa que desde antes também) xD
    Eu gosto de livros onde as pessoas perdem a memória e tem de tentar encontrar seu "normal", sem saber que nunca foram normais.
    E se você colocou SEIS estrelas para esse livro, algo de MUITO bom deve ter nele.
    Me convenceu ok?

    Beijo Joana

    PS1: seus trocadilhos são infames
    PS2: eu adoro a facilidade com que personagens literários podem se apaixonar.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!