31 de jan de 2012

Inside Girl por J. Minter

Inside Girl - Inside Girl #1

Flan Flood podia reclamar de muitas coisas, menos de nunca ter ido às festas mais legais, vestido as roupas mais exclusivas, frequentado os colégios mais caros e conhecido os mais belos garotos. Mas agora ela se cansou de tudo isso e resolveu das uma guinada em sua vida - ela vai se matricular em uma escola pública e começar a levar uma vida de garota comum. 

Autor: J. Minter
Editora: iD
ISBN: 9788516067441
Páginas: 246
Nota: 

Eu adoro romances não sobrenaturais, mas vamos e convenhamos, não é bem assim para eles merecerem seu lugar na estante. Enquanto livros sobre seres misticos chamam atenção só por usar de certa mitologia, livros reais precisam de um quê a mais, algo que chame atenção. Inside Girl, do autor J. Minter, me ganhou pela capa por ser um oposto do que mais se vê. 

Enquanto algumas garotas sonham com uma vida luxuosa em Nova York, com armários e mais armários de roupas de grife e amigos famosos, Flan tem tudo isso e não quer mais. Do que adianta tudo isso se toda a sua popularidade se deve aos seus irmãos mais velhos que frequentam as melhores festas com as melhores pessoas? Ninguém gosta de Flan por ela mesma. Então ela decide ir para uma escola pública onde ninguém a conhece e começar o ensino médio sem o peso de ser irmã de Patch e Feb Flood.  

O que mais me cativou no livro em um primeiro momento foi a decisão de Flan de trocar o certo pelo inseguro, abandonar o sonho adolescente por uma chance de conhecer o tão temido High School. Eu nunca faria isso - e achei Flan bastante corajosa. Até me tocar que na verdade, a protagonista não é isso. Apenas uma curiosa maluca aventureira.

Flan é uma garota complicada, cheio de diálogos internos e bastante ingenua. O que tem de tão horrível ser irmã dos maiores festeiros de Nova York? Os convites? As roupas exclusivas e os amigos gatos? Qualquer garota pode se acostumar com isso - e gostar. Eu não entendi Flan, não entendi o que ela realmente queria e o por quê da maioria de suas ações. Era como ela pedir para ser uma loser. Todo mundo sabe de que novatas sofrem - e mesmo quando faz amigas, ela ainda faz coisas que não deveria. Ao tentar ser legal com todo mundo, Flan é chata, acaba magoando quem se importa com ela - e estressando o leitor.

A história fica complicada quando Sara-Beth, uma excêntrica estrela de Hollywood, vai morar com Flan. SB é ótima, divertida, porém um tanto dramática. De repente, Philippa, namorada do melhor amigo de Patch, e Liesel, membro da elite nova iorquina, vão morar lá também - cada uma com seu motivo. E Flan as abriga, pode ser legal uma festa do pijama diária com garotas mais velhas (elas tem 17, enquanto a protagonista 14). Só que ao fazer amigas na escola pública, vai ficando complicado equilibrar ambas as vidas - colegial comum de dia e socialite a noite. 

Em compensação, a narrativa de Minter é ótima, tão doce e tão leve - pois normalmente livros assim costumam ser mais pesados (a.k.a. Cecily von Ziegesar), enquanto o autor deixou tudo calminho. Um detalhe interessante: no inicio do livro, tem um mapa de Nova York ♥

Não sei se eu esperava algo como Gossip Girl (aliás, BYE LOUIS), mas Inside Girl me decepcionou por sua ingenuidade. É legal e eu gostei, mas não é algo arrebatador - não tem roupas grifadas o suficiente para me ganhar. Como eu já comprei A coisa mais doce, segundo livro, vou continuar tentando, vai que engrena? Mas acho que a outra série do autor, Insiders, sobre os irmãos de Flan, pode ser bem mais agitado. Big Apple é muito mais interessante quando a elite está a solta. 
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

4 comentários:

  1. Hey Jô!! Boa noite!!

    Tem meia hora que tento postar meu comentario mas a internet não tá colaborando comigo hoje...

    Mas vamos a resenha... sabe esse é outro tipo de livro que nem sempre me conquista... duas coisas importantes pra mim pra ler um livro 1º é o título e 2º a sinopse, nunca escolhi um livro pela capa uahsuahsuash e logo pela sinopse o livro não me conquistaria... quando vi as três estrelinhas logo pensei nesse eu não me enganei e pela sua resenha (ótima como sempre, amo seu jeito de expressar a opinião sobre os personagens) eu vi que não é meu tipo de livro, quando não estou lendo historias misticas acho que os romances de época e esses livros mais elaborados como a minha nova paixão o livro Um dia são os que me conquistam de imediato sabe?!

    Bom esse livro não vai pra minha listinha de 2012...

    Beeeijos jô e até mais no próximo post...

    Agora como faz uma amiga minha:
    Meu PS. 1:

    Lembra daquele post aqui no blog sobre as saias transparentes?? Essa semana eu tô mega sem o que fazer e fui ver a novela da tarde da globo, e vi uma coisa engraçada, saia transparente era moda naquela epoca, já vi umas tres personagens com a mini-saia bem curta por baixo e uma saia longa e transparente por cima... achei super legal porque moda é assim sempre vai e volta, um ciclo vicioso como diz minha mãe...

    Meu PS.2: Ansiedade me definindo hoje!!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Jo!!!
    Meu segundo comentário da noite.
    Acabei de chegar do cinema com minha mãe e estou sem sono, então vamos lá.

    Eu acho que gostaria da Flan. Acho que ela percebe que a vida tão badalada não está fornecendo a ela tudo que ela precisa. Sei lá (o sei lá é porque ainda não li o livro, falei isso pela sua resenha).
    Acho que nessa fase todo mundo se questiona demais e tem perguntas e conflitos internos.
    Vai ver que o autor não soube como mesclar tudo isso dentro de uma personagem... E talvez o problema tenha sido esse: ele só mesclou e esqueceu de fazer com que isso fizesse sentido, na constituição psicológica.

    Ela vai tentar equilibrar as duas vidas? Para mim se ela quis mudar, ela então deveria deixar de lado a antiga vida.
    Não sei, você deu 3 estrelas para o livro. Como é série eu acho que não me aventuro.
    Mas fiquei curiosa para entender a Flan (ainda que pelo que você disse ninguém a consiga entender).

    Tem um mapa de NY? *-* Eu adoro livros que nos encantam pela capa e elementos surpresas que tem dentro.

    Beijos Joana
    Até mais =)

    ResponderExcluir
  3. Jô,

    eu li a resenha, mas acho melhor comentar direitinho amanhã, afinal minha cabeça já não está muito boa a essa hora e depois desse episódio de GG... Minha mente não está normal! uhauhauha

    Amanhã prometo que faço um comentário digno!

    Beijoo Jôo!

    @nathalia_asc

    ResponderExcluir
  4. Joana, li a resenha de Insider Girl, achei interessante a história de Flan, ela sendo rica ter tudo que quer, mas mesmo assim não é COMPLETAMENTE feliz, no caso dela não Popular pelo que ela é em si mas pela fama dos irmãos,(PS: colocar nome PATCH em qualquer livro, ou personagem me lembra Hush Hush!), acho sinceramente que ela Não conhece a si própria, por isso tem a CURIOSIDADE, de ver como é a vida fora dos seus padrões, pra ai sim ter um auto-conhecimento e ser Feliz neh.

    Bom essa foi a minha idéia do que li sobre sua resenha!

    Já na lista pra ler, espero que os livros seguintes sejam bons!

    xoxo!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!