6 de jan de 2012

Como (quase) namorei Robert Pattinson por Carol Sabar

Como quase namorei Robert Pattinson

Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente. O que ela não esperava era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood.

Autora: Carol Sabar
Editora: Jangada
ISBN: 9788564850019
Páginas: 464
Nota: 
Comprar

É visível o avanço no nível da literatura YA nacional. De uns tempos para cá, os autores brasileiros vem se superando e colocando títulos nas prateleiras que competem forte com os livros hypados do exterior. Um grande exemplo é Como (quase) namorei Robert Pattison, da mineira Carol Sabar. Um livro hilário, fofo e muito, muito criativo.

A história é sobre a garota mais viciada em Crepúsculo ao redor do mundo (não to exagerando): Duda, 19 anos, que vai morar durante seis meses em Nova York ao lado da irmã Susana e as amigas Lisa e Margô. E ao chegar lá, ela se depara com Robert Pattinson, sua paixão e agora seu vizinho de porta. Ok, na verdade é Miguel Defilippo, locatário do seu apartamento na Big Apple e cópia fiel do ator. E a 'crepuscólica', seu pseudônimo, não resiste ao charme do (quase) Edward Cullen (que tem um Volvo prata!). 

Eu amei o livro! Quando peguei pra ler hoje estava lá na página 47 e só consegui parar quando fechei o livro (que é bem grandinho, a propósito). Entre altas gargalhadas, fiquei encantada com a criatividade da história, com os personagens maravilhosos e, cá entre nós, nesse calor terrível, como resistir a uma Nova York nevando?

Nem em meus momentos mais obcecados pela saga de tia Steph, cheguei perto da loucura de Duda. Ela é tão apaixonada por Crepúsculo que acha a atuação de Kristen Stewart calorosa (não estamos falando da mesma atriz, querida), morre de amores por Edward Cullen, mantém perfis conhecidos sobre a saga na internet e seus livros tem várias marcações e fotos de Robert. Na verdade, são esses livros que são os impulsores da história. Num momento de descuido, Duda os prende em um cofre digital que ninguém sabe a senha e, sem poder reler seus trechos favoritos, ela começa a rever seu vicio. Ao lado da paixão não correspondida que sente por Miguel, o sósia, esse é o principal motivo que a faz reavaliar o que é realmente importante. Além disso, ela é uma ótima protagonista: divertida, espirituosa e com ideias inimagináveis. Só não entendi como ela foi para a Terra do tio Sam mal sabendo falar e entender "Hi, how are you?".

Adorei Lisa, a melhor amiga de Duda, sempre com um conselho na ponta da língua e membro do clube eu-odeio-quem-te-magoou. Ri muito quando as duas choravam reclamando do coração partido (de novo fico me sentindo insensível. Tem que rever isso ai, Joana). Já Miguel é coisa mais amada, super carismático e com umas tiradas tão Edward... Fiquei surpresa de Duda não associar logo com a linha tal, do capitulo tal do livro tal. 

Gostei de ver que a autora não deixou nenhum ponto sem nó. Cada detalhe, por mais minimo e aparentemente insignificante que parecesse, teve sua parcela no desenrolar da história. Talvez por eu ter lido praticamente todo o livro em um dia, ainda tava com aqueles fatos vivos na memória. Quem lê mais calmamente e "parcelado", se esquece a acaba se surpreendendo. Além de que a narrativa é super gostosa, cheia de tiradas engraçadas e momentos fofos.

Divertido e com um romance encantador, Como (quase) namorei Robert Pattinson é perfeito para as fãs de Crepúsculo e para as não-fãs de Crepúsculo. Amei, amei, amei e super recomendo! Carol Sabar: mais um nome da literatura nacional pra ficar de olho! Falando em nomes-pra-ficar-de-olho: Genteeem, o que tão sendo os lançamentos da nova editora Jangada? Um melhor que o outro!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

8 comentários:

  1. Oi, sou louca para ler Como(quase) Namorei Robert Pattinson, não sou fã de Crepúsculo mas desde que li Fazendo Meu Filme me interesso mais e mais pela literatura brasileira principalmente YA, outro dia desses quase comprei mas ai me lembrei que já to com mil livro pra ler.

    Beijos
    Thaila
    http://onlycrazygirl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. O título me chamou atenção e vim aqui ler sua resenha. Perece um livro tão criativo e divertido! Deu bastante vontade de ler! Ah, sim, eu já tive meus dias de vício louco com a série Crepúsculo. Acho que iria rir muito! :)
    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Oh my God!!! Nunca tinha visto este livro, quando me deparei com ele na sua estante do skoob. Achei a história hilária... E o marquei como desejada. Não vejo a hora de le-lo. Me surpreendi demais quando visitei seu blog e dei de cara com a sua resenha deste livro. Muito muito bom mesmo. Boa noite!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Girlie Poderosa!
    Ah, também a dois anos atrás 'quase namorei' o Robert, rs rs. Eu adoraria ler esse livro, parece ser tão bom..
    Deve ser engraçado também!
    Elas choravam do coração partido?? Coitadinhas, rs rs.
    Beijos, até mais!

    enfimdesasabertas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Nathália de A. S.7 de janeiro de 2012 22:38

    Estou esperando meu livro chegar pra ler (ganhei numa promo)...
    Mas posso dizer que já me apaixonei por ele!
    Acho que é porque ouvir falar tanto e tão bem dele que só de ler resenhas eu fico empolgada! rsrs.
    Achei a história muito legal. E a idéia de uma fã de crepúsculo ler sobre outra fã de crepúsculo é no mínimo interessante.

    Mas enfim... Quando o livro chegar eu volto com um comentário melhor sobre ele!

    Beijoo!

    @nathalia_asc

    ResponderExcluir
  6. Eu tava tentando como vc sabe todos os dias conseguir te seguir no GFC e nunca dava certo... ai um dia nas tentativas eu vi o link aqui do lado que vc tava lendo Como (quase) namorei Robert Pattinson ... e tipo eu sou mega fão da Saga Crepúsculo e Robsten e até meu perfil de twitter é RK de Robert e Kristen ... então deixei um post it no computador pra lembrar de conferir sua resenha porque ainda prtendo ler esse livro esse ano de 2012... ele tá na listinha dos 30 livros do ano!! kkkk Eu amei sua resenha e aposto que vou amaar o livro!! beeeijos bye

    ResponderExcluir
  7. cara, adorei, o livro parece ser super engraçado por causa do título, capa e tudo! uahsa vou conferir por aqui e tentar achá-lo...

    ResponderExcluir
  8. hahahahaha Como (quase) namorei o Robert Pattinson? Alguns anos atrás esse livro estaria na minha lista de leitura obrigatória. Não é como se eu não amasse mais a série e os atores da saga crepúsculo, mas as proporções que as coisas tomaram me fizeram diminuir a cada dia as doses diárias de leitura dos livros e assistir aos filmes não é mais a mesma coisa quando tem um monte de gente gritando e não de fato assistindo.
    Eu gosto de saber que existem atores nacionais se revelando. Mesmo que esse livro não seja um dos meus desejos em 2012, sua resenha foi maravilhosa.
    Só para constar, meu casal favorito em twilight sempre foi alice e jasper. Sem comparação.
    Beijo Girlie

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!