9 de jan de 2012

Amor Infernal por Lisa Desrochers

Amor Infernal - Personal Demons #1

A vida de Frannie Cavanaugh nunca esteve tão movimentada - no último ano do ensino médio, precisa decidir para que universidade ir, acaba de se separar de Trevor e de abandonar a banda que ele lidera. Para complicar, os dois novos caras supergatos - Luc e Gabe - que surgiram do nada neste último ano da escola parecem ter por ela um interesse fora do normal. Amor angelical ou infernal? Movida por forças que buscam controlar suas emoções, Frannie se debate entre dois tipos de atração diametralmente opostos, mas igualmente irresistíveis. E, sem saber, numa feroz batalha entre Céu e Inferno pela possessão de sua alma. 

Autora: Lisa Desrochers
Editora: iD
ISBN: 9788516069285
Páginas: 487
Nota: 

Amor Infernal, primeiro volume da trilogia Personal Demons, me encara na estante desde o inicio do ano passado quando eu o ganhei em um concurso. Sempre adiando e adiando, se passou quase um ano e eu ainda não tinha nem aberto o livro. Expectativas baixas, anjos e demônios... Tinha como dar errado? Tinha. Deu? Definitivamente não.

O livro é a história de Frannie, a ovelha negra da família católica. Após a morte do irmão gêmeo, ela começou a duvidar de tudo que a cerca. Se Deus existe e é bom, por que Matt morreu aos sete anos? Mas tirando isso, ela é uma garota comum. Então por que o Céu e o Inferno lutam tanto por sua alma? Luc é um demônio, Gabe é um anjo, e ambos estão encarregados de marcar a alma de Frannie e leva-la para seu lado da força.

Amor Infernal conta com ponto de vista duplo. Frannie e Luc se combinam numa narrativa fluida e leve. Pelo menos, o mais leve que um demônio pode ser. É interessante ter em um mesmo capitulo a visão de cada personagem sobre um fato - não o mesmo, mas atos simultâneos que se ligam. 

Frannie tem uma característica essencial em protagonista: amor pela vida. Ela não quer morrer, não quer ter o Céu e o Inferno decidindo sua vida. Ela é uma das protagonistas que mais me identifiquei até hoje - e não só pela faculdade de Relações Internacionais e a vontade de mudar o mundo. Frannie é curiosa, observadora, não coloca a mão no fogo por qualquer coisa e muitas vezes é incompreendida por isso. É fácil de entender o lado dela, de não superar a perda do irmão e por isso abandonar certas crenças. E, fala sério, ela foi expulsa do colégio católico por perguntar demais na aula de religião. Oi?

Cheguei a conclusão que se não fico em duvida entre minhas paixões literárias, pendo pro lado mau da força. O Luc é maravilhoso! Super sarcástico, isso ajudou muito nos trechos contados por ele. O cara mau com 7000 anos de existência, o pecador, sem medo e sem limites. Até conhecer Frannie. Gabe é o anjo "da guarda" otimista e bondoso - acabei me surpreendendo com algumas tiradas debochadas, sorrisos falsos e outros atos não muito angelicais. Isso não é pecado, querido?

É uma história original considerando que nos livros que falam sobre os seres do Céu e Inferno são, em sua grande maioria, focados nos anjos caídos e nephlins. Lisa usou dos dois extremos, um triangulo amoroso entre a maldade e a bondade, Moisés ou Hitler (quem leu sabe do que eu to falando). Outra coisa que gostei foi da ideia da autora de colocar cheiros para os sentimentos que Luc detectava entre os humanos: alho amargo para ódio, vinagre para culta, cítrico para medo, a inveja de anis e, seu preferido, o gengibre para luxuria.

Um livro que me surpreendeu horrores. É muito melhor que Fallen (que é ótimo) e quase tão bom quanto Hush Hush (falando nisso, é lançamento de Silêncio hoje!) - Personal Demons é uma trilogia com personagens ótimos, narrativa interessante e um triangulo envolvente. Eu PRECISO dos próximos volumes (na verdade, não quero não - gostei do final e não quero mais 500 páginas pra ter confusão e acabar frustrada). Eu não recomendo, eu obrigo que você leia esse livro!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

4 comentários:

  1. Li esse livro e gostei muito, mas não posso dizer o mesmo do volume 2. Acredito que como você mesma disse, pode ficar frustrada.
    Deixa para ler mais para frente, hahahaa

    Bjs
    Bia
    www.amormisterioesangue.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa, só por aqui já to louca pra ver o filme, sério! Vou tentar baixar ou locar, não sei, mas preciso ver esse filme.

    ResponderExcluir
  3. Olha eu voltando pra comentar... Bom eu acho legal esses livros em que a gente acaba tendendo a gostar mais do lado mal... meu melhor exemplo é O morro dos ventos uivantes porque eu super entendo o Heath, sempre que vou emprestar o livro pra alguém eu alerto que tem que ter mente aberta e entender o lado dele porque ele é mal por ter sofrido tanto kkkkk não sabia desse livro ainda então ele vai pra lista dos que quero ler ainda ...

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei a sua resenha, eu adoro livros com esse tipo de romance. Uma coisa que me deixa curiosa é: por que quase todos os livros que falam de anjos, colocam Gabriel em seu nome.
    Eu conheço o anjo Gabriel, mas ainda assim. Devem existir outros anjos.
    AH! Acho que descobri para que você vai prestar vestibular.

    E como assim ela foi expulsa por perguntar demais? Eu acho que acertaram na dose que protagonistas precisam.
    Esse livro realmente entra para lista de desejados.
    Beijo Joana

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!