30 de abr de 2011

Entrevistando: Lauren Kate

Eu to phynna, phyyna, mt phynna (e nada modesta). Confesso, toda vez que recebo um email que comece "Dear Joana, Thanks for the contact for the review and the affection they have with my books (...)", eu surto! Isso sempre significa que alguma das minhas autoras internacionais favoritas vão dar entrevista para o blog, como por exemplo a L.J.Smith. Dessa vez, Lauren Kate, autora de Fallen(resenha aqui) e Tormenta(resenha aqui), super fofa, respondeu uma entrevista EXCLUSIVA para o Poderosas & Girlies, disse que tá ansiosa para vir pro Brasil em setembro e falou algumas curiosidades sobre a série. Vc sabia que a modelo da capa é brasileira? E que que Morgan Lafaye tem em sua coleção um vestido idêntico ao dos livros?
PS: Cópias totais ou parciais são completamente proibidas!
Girlie Poderosa: Por que quis escrever sobre anjos caidos?
Lauren Kate: Para mim, os romances mais complicados são as narrativas mais interessantes, por isso estou sempre à procura de novos obstáculos para jogar em caminhos meus amantes. Quando eu estava começando meu mestrado na ficção, eu estava estudando narrativas bíblicas e me deparei com uma linha em Gênesis (6:1-4), que descreve um grupo de anjos que caíram por amar mulheres mortais. Colocando essa referência, juntamente com uma menção de Isaías e outro em Palsm 82, os estudiosos bíblicos concluir que esses anjos foram realmente expulsos do céu por tentação. O que significa que, você poderia dizer que esses anjos escolheu amor sobre o céu. Não é um grande ideia por um romance incrivelmente complicado? Comecei a pensar sobre que tipo de garota mortal que seria necessário para atrair a atenção de um anjo. E como seria para ela encontrar-se nesta posição. Que tipo de bagagem que tem um anjo? O que seus pais muito super-protetores achariam? A partir daí, todo este mundo diferente na minha cabeça, com anjos caídos, demônios, reencarnação, e a guerra entre o bem eo mal, todos lutando por um pedaço da ação.
GP: A Luce é inspirada em alguem?
LK: Luce era baseada em um amigo mais velho, seus olhos castanhos, cabelos ondulados, dentes pequenos... Quando comecei a escrever, puxei alguns traços da personalidade deste amigo, mas como a história seguiu, Luce ganhou suas próprias caracteristicas, afastando-se do meu amigo para uma identidade própria. A teimosia e a tendencia a ficar arrasada com os relacionamentos são características minhas, embora eu me ache uma mistura de Penn e Ariane. 
GP: Como foi criar o Daniel?
LK: Daniel foi o mais difícil, principalmente porque toda a verdade do seu caráter tem que vir à tona de forma muito lenta ao longo de toda a série. A revelação no final do primeiro livro foi, provavelmente, aquelA que a maioria dos leitores suspeitavam ... é um livro sobre anjos caídos afinal! Mas há algo muito maior, para mudar o jogo! Uma revelação sobre Daniel que vai vir mais tarde na série. personagem de Daniel é bastante difícil, pois é! Mas eu gosto de pensar nele como um trabalho em progresso, uma história de desenvolvimento, e alguém que, acima de tudo, conhece Luce melhor do que ninguém (incluindo ela mesma), e tem seu melhor interesse no coração.  
GP: Por que vc deixa tantas perguntas sem respostas?
LK: Essa é a bênção e a maldição de escrever uma série! Eu gostaria de poder lhe dar todas as respostas agora, mas por favor, acredite em mim que eu tenho uma razão para reter alguns dos detalhes! Para aqueles de vocês que estão ficando loucos com perguntas, eu prometo, Passion é o seu livro! Tem todos os detalhes suculentos nele!
GP: No total, são quantos livros?
LK: Fallen é o primeiro livro da série de quatro livros, embora Passion (terceiro livro) vai explicar muitas das coisas que aconteceram antes da narrativa de Fallen começou.Para aqueles de vocês preocupados com o final de Tormenta, Passion começa exatamente onde a história parou. É contada a partir de ambos os pontos de vista de Luce e Daniel e vai ser muito legal. O último livro, que eu estou trabalhando agora é chamada Rapture. Ela traz de volta todos os personagens que já conheci ao longo da série e termina com um clímax surpreendente. 
GP: O que vc pode anunciar sobre o filme?
LK: Os direitos do filme para todos os quatro livros foram comprados pela Disney / Mayhem Productions, em dezembro do ano passado. Mayhem é produtora Disney mais ousada, para quem tem dúvidas sobre a Disney ser puramente para a garotada. Eu fui almoçar com o pessoal da Disney e eles pareceram realmente animado sobre o filme. Eu não tenho nenhuma informação nova ainda, mas espero que há mais por vir! Para quem perguntou, eu amo Lucy Hale de Luce, Liam Hemsworth para Daniel e Emma Stone para Ariane. (Também, não há nenhuma conexão com o outro filme chamado Fallen, que saiu em 2008). 


Eu não vejo a hora de ler Passion e ver o filme (principalmente se esses forem os atores). *-*
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

29 de abr de 2011

Lição de Estilo #12: Emma Stone

Eu sei que pelo menos algumas de vcs esperavam algum post sobre o Casamento Real, a Kate, os vestidos das convidadas e bla bla bla. Só que O MUNDO INTEIRO está falando disso, então mais um blog sobre esse assunto é desnecessário. Então, vou direto a tag do dia: Lição de Estilo! Emma Stone é uma das maiores apostas para a próxima geração de atrizes. A estrela de A Mentira ahasa no Red Carpet (looks que tem sempre uma inspiração clara de alguma passarela ou editorial) e também manda super bem nos visuais de dia-a-dia!  Confere:
O look é simples, mas super fofo! A calça jeans básica combinada com o scarpin preto é bem básico - junto com a blusa branca com super jeito lady like pelo laço no busto, fica um romântico não muito obvio, perfeito pra copiar. Repare que os acessórios são quase inexistentes, só pela fina pulseira dourada.
Um scarpin nude faz milagre - olha como alongou, deixando a Emma super alta (truque perfeito para as garotas mais baixinhas - e tds os outros biotipos). Claro que a minissaia assimétrica ajuda nisso, alem de ser uma peça LÉNDA! A regata básica e a jaqueta perfecto bege finalizam! Caraca, to mt chocada com o quanto ela ficou alta!!!!
Lindo e básico, perfeito para o inverno, esse look combina a blusa branca com saia xadrez bem pequenino em preto e branco. O casaco nude com fila de botões alonga a silhueta (que não é um truque de styling que ela precise, já que é bem magrinha). A bota de cano longo camelo (que eu falei aqui) é ícone fashion que nunca vai sair de moda. Detalhe: o acessório perfeito = café da Starbucks!
O vestido pretinho básico é básico, sem discussão. O modelo fluido é feminino só pelo tecido, mas o cinto de maxi-paetes marcando a silhueta ajuda bastante na "girliezisse" do look. Agora repare a diferença entre o segundo e esse look qt a altura da atriz: a sandália gladiadora corta a perna, fazendo a pessoa parecer mais baixa. Ou seja, se vc é baixinha, FUJA desse sapato!
Esse vestido estruturado é um dos meus favoritos! O busto com decote coração em cinza mescla é super feminino e a saia em branco off white de cetim (um tecido mais fino que o da parte de cima) com um modelo todo diferente é super phynna. O cinto de pedras preto deixa a transição das peças mais leve. O scarpin verde escuro foge do obvio por causa da cor que sai nas presentes no modelo.
Tirando a expressão maxi revoltz e a falta de noção de unir cardigã com rasteirinha (frio ou calor, filha, se decide!), esse look é super usável! A calça jeans levemente destroyed é maxi tendência que vai durar por uns bons anos. A sobreposição de cardigãs é mt legal, aposte - lembre-se que dá pra fazer um color blocking. e ficar ainda mais hype!
Ok, essa pode não ser a melhor imagem pro look, mas era essa de perfil ou com o carrinho na frente - o que não podia, já que escondia a melhor parte do look. O jeans skinny preto é super básico, e todo mundo tem - e ama. Repare: o blazer boyfriend é uma peça mais larga enquanto o jeans é bem justo, equilibrando a sensualidade do look. A bolsa camelo é peça básica e chave. Agora a melhor parte é essa sandália vermelha (que é uma das cores da temporada, lembra? Falei disso aqui) diva que eu to apaixonada! Alguem quer me dar de aniversário?
O look em si é simples, uma zona de conforto pra quem não tá afim de ousar. Regata de listras preto e branco a la Chanel (corretinho de mais pra mim - podia ser 2 branco/preto com uma cor mais colorida), jeans manchado na coxa (lembre-se que se vc tem perna grossa, não pode usar esse tipo de lavagem), e o cardigã azul marinho com detalhe de transparência, mais acinturado (ficou um navy subentendido a parte de cima). E o scarpin nude alongando a silhueta novamente.
Eu confesso que amo esse modelo de jaqueta de couro - com zíper dourado mais pra um lado (claro, prefiro uns 7 cm mais curta, mas enfim). A camisa marrom é super básica, mas eu não gosto, parece mt adulta pra ela. O jeans skinny azul "liso" é coringa. A ankle é um amor e super versátil.
A mesma calça da foto acima (pelo menos, suponho que seja a mesma, é igual) num look completamente diferente. Dessa vez, camisa xadrez (que é peça must-have do inverno) e bota montaria marrom.

Agora a pergunta que não quer calar: Emma Stone loira ou ruiva??? Ruiva né?!  Embora seja naturalmente loira, os fios claros envelhecem ela, enquanto o escuro fica mt mais bonito. Concordam?

Bjs,
Para vc que me ama, GirliePoderosa

28 de abr de 2011

Sereia

Sereia por Tricia Rayburn


Vanessa Sands, de 17 anos, tem medo de tudo – do escuro, de altura, do mar –, mas sua destemida irmã mais velha, Justine, está sempre por perto para guiá-la a cada desafio. Até que Justine vai mergulhar num precipício uma noite, perto da casa de veraneio da família em Winter Harbor, e seu corpo sem vida aparece na praia no dia seguinte. Os pais de Vanessa tentam superar a tragédia retornando à vida cotidiana em Boston, mas ela sente que a morte da irmã não foi acidental. Depois de descobrir que Justine estava escondendo diversos segredos, Vanessa volta para Winter Harbor, esperando que Caleb, o namorado de sua irmã, possa esclarecer algumas coisas, mas o garoto está desaparecido. Logo, não é apenas Vanessa que está com medo. Winter Harbor inteira fica em alvoroço quando outro corpo aparece na praia, e o pânico se instala à medida que a pequena cidade se torna palco de uma série de acidentes fatais relacionados com a água, em que as vítimas são encontradas sorrindo horrivelmente de orelha a orelha. Vanessa e Simon, irmão mais velho de Caleb, unem forças para investigar os estranhos acontecimentos e, no caminho, a amizade de infância se transforma em algo mais. Conforme eles vão encontrando ligações entre a morte de Justine e a súbita erupção de afogamentos assustadores na cidade, Vanessa descobre um segredo que ameaça seu romance com Simon – e que vai mudar sua vida para sempre.


Editora: Verus
ISBN: 9788576861089
Páginas: 306
Comprar


Eu já li sobre vampiros, fantasmas, bruxos, dragões, anjos caídos, anjos que não caíram, semideuses, deuses do Olimpo, seres subterrâneos, neflins, lobisomens, pessoas que entram nos sonhos de outras pessoas, reles mortais... Sereias? Nunca! Não, peraí, nunca é mentir - eu já li A Pequena Sereia - tipo assim, 7 ou 8 anos atrás! Mas sereias, sereias de verdade, aqueles seres aquáticos que seduzem os homens para dentro do mar, nunca! É muito avançado para ser uma fábula da Disney!


Vanessa Sands sempre se sentiu ameaçada por sua irmã mais velha, Justine, uma garota corajosa, ousada e bem quista por todos, bem diferente da caçula: tímida, medrosa e praticamente impopular. Só quando uma tragédia acontece e Justine morre, o mundo de Vanessa desaba - sua irmã, sua melhor amiga, não está mais aí para ajudá-la a superar o medo do escuro, da altura... da água.


Guiada pela voz de Justine que insiste em aparecer, Vanessa volta a Winter Harbor - a cidade do lago onde a irmã morreu - onde descobre que Caleb (o namoradinho de verão de Justine) sumiu sem deixar rastros. E logo ele, que era a pessoa com mais probabilidade de ter as respostas que Vanessa tanto ansiava - sua irmã não era a garota que ela sempre imaginou (e invejou) que fosse. Ao lado de Simon, irmão mais velho de Caleb e "o senhor da ciência", Vanessa entra num mundo onde nunca imaginou conhecer, desafiando todos os seus maiores temores, e ainda por cima, desconhecendo a si mesma.


Vocês podem reparar que esse foi um dos livros que eu li em menos tempo ultimamente. Ando levando em média uma semana e algo assim; Sereia levou três dias, e te conto uma coisa, eu AMEI esse livro! Tá nos meus favoritos certo! A história é toda estrutura em volta da mitologia das sereias e da morte de Justine- o desencadear da leva de assassinatos onde os mortos são encontrados sorrindo. Ah, comentei que todos (com excessão de Justine) eram homens?! O.O  


O romance entre Vanessa e Simon é muito fofo, não meloso e nem tão presente já que o foco do livro não é o romance. Mas ele tá ali, subentendido. É a primeira vez que fico "falling in love" por um mortal sem poderes  sobrenaturais e uma herança genética de outro mundo - tipo presas ou asas... Simon s2s2


Vale ressaltar que a capa do livro é MUITO diva - e dá um pouco de medo! Ela tem um efeito meio CD nos olhos e em Sereia, meio espelhado, que reflete o sol - é lindo, mas um pouco assustador! 


Tricia ainda deixa algumas perguntas no ar, mas a história principal tem um desfecho no final, só que ficam alguns pontos de interrogação que deixam a necessidade de mais livros pela frente! Sereia é só o inicio de uma trilogia que já tem lugar garantido na minha estante!


    - Seja como for, a garota é para você. Comida, água, ar, sono são detalhes. Tudo sem importância - Mark suspirou e olhou em direção à água. - E daí a garota morre. Acaba. Vai embora. É levada como um peixe.
    Senti meus joelhos um pouco fracos. É claro que era para esse caminho que a bela história estava se dirigindo, mas, como aconteceu com Caleb e Justine, a trágica reviravolta ainda parecia vir do nada.  
   - E depois? - perguntei, principalmente porque Simon estava me observando com atenção, e eu queria que ele soubesse que eu estava bem.
   Mark virou-se para nós. - E depois você foge, porque a única coisa pior do que a garota ter ido embora é você ainda estar aqui.


Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

27 de abr de 2011

Alerta de Tendência: Gola Babador

Eu confesso, tenho medo dessas golas. Tá, talvez a palavra certa não seja medo. Receio, talvez. Mas esse meu temor não tem nada a ver com moda. Já comentei minha experiência frustrada olhando A Orfã, certo? Psé, eu acho essas golas super Esther!!! Mas de qualquer forma, gola babador virou tendência quando o assunto é golas (dã) e vc TEM que usar!

Até um tempo atras, usar t-shirt com gola de camisa aparecendo era trendy - e fazia um estilinho super preppy (algo meu Rachel Berry combinado com sueter xadrez) mas enfim -, hoje não é mais. A grande palavra em alta costura de golas (isso por acaso existe?) é babador - aquelas redondinhas e super femininas que já foram vistas no pescoço da Alexa Chung e outras it girls. Nas passarelas, elas já abapharam em Do Estilista, Barbara Bela, entre outros.

Definitivamente, elas são femininas e tem uma forte pegada retrô. Claro, tem as mais modernas - que são as de malha - mas as mais fashionistas são as originais, de tecidos phynnos como chiffon, seda, cetim (...) que são master delicados e fofos!

E ainda por cima é super fácil adaptar ao seu estilo! Se vc for mais romântica e gostar de um estilo mais vintage, combine com vestidos acinturados, saias e shorts de cintura alta de veludo/renda/tule. Se quiser um Hi-Lo para não pesar tanto no girlie, use com peças de couro, bem rocker mesmo! Ahh, não dá para esquecer que é inverno! Pode fazer como Alexa e usar com suéter, mas as golas tb fecham com cardigans, trenchcoats ou blazers. Para baphonizar geral, os modelos de metal ou pedraria são os mais indicados - funciona como colar!

O mais legal dessas golas é a super capacidade de "afemininar", "girliesar" e "trendysar" qqr look, é impressionante. A pena é que (para variar) elas ainda não estão fáceis de encontrar no Brasil, mas isso não quer dizer que não tenha. Algumas lojas de departamento (vide Riachuelo) já tem blusinhas com a gola, a Zara tb! As lojas vintage são as melhores opções e mais faceis de encontrar. E também, se vc tiver afim de uma peça it com esse adereço it ainda mais it, Forever 21 já tem o modelo nas lojas. Não pode esquecer que as golas podem ser vendidas separadamente (nossa, essa ultima parte até parece propaganda de Polly na SBT).

Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

26 de abr de 2011

O Enigma do Fogo Sagrado

O Enigma do Fogo Sagrado por Hermes Lourenço


Nicolas Flynth é um grande investigador que busca solucionar os enormes desvios de dinheiro e assassinatos que acontecem em notáveis sedes governamentais espalhadas pelo mundo. Durante a investigação, é descoberta a Irmandade da Rosa Branca e Nicolas trava uma batalha contra correntes religiosas descobrindo de forma surpreendente a existência de um pergaminho de tecnologia desconhecida pela Ciência moderna. Este pergaminho o conduzirá a um enigma ainda maior deixado por Cristo... Envolto numa trama de misticismo, romances e assassinatos, Nicolas tem em mãos um segredo que poderá mudar a humanidade.


Editora: Novo Século
ISBN: 9788576793625
Páginas: 240
Comprar

Eu não sei dizer se sou uma das pessoas mais indicadas para entrar no espírito do livro. Eu adorei, só que ele mexe mt com religião e qt a isso eu sou uma criança de 4 anos: "Por que? Por quê? Mas por quê? Pois? Mas então se...", sabe? Eu não desacredito, mas se me fizer uma pergunta existencial, no mínimo eu vou ficar um dia todo pensando e vou fugir da resposta - a não ser qd me perguntam como surgiu o mundo - FOI O BIG BANG, OK?! Mas enfim, voltando...

Em praticamente todas as sedes presidenciais ao redor do mundo, dinheiro sujo está sendo desviado das contas dos políticos corruptos para obras de caridade, como hospitais e centros de ajuda as mães solteiras e coisas assim. Alem dos papeis onde provava para onde o tal dinheiro foi transferido, uma rosa branca, com um laço azul claro pregada com um percevejo é sempre encontrado no lugar do "crime" (que na minha opinião não é crime).

Para resolver o mistério, políticos de todo lugar procuram Nicolas, o melhor detetive do mundo - ele nunca erra! Enquanto ele passa férias com a família em (isso é segredo, que fique entre nós, ok?) Brotas (SP) e o mistério chega até ele, sente-se atraido pela história e embarca numa aventura cheia de segredos, rosas, mortes e religião.

Eu já declarei no twitter (dá um follow em @GirliePoderosa) que não leio Dan Brown, nunca li e, sinceramente, tenho planos de nunca fazê-lo. Achei Código da Vinci um filme sangrento e, bem, tosco (fala sério! Sophie?). Mas eu achei a história de Hermes com uma pegada bem assim - só que, detalhe, eu gostei (embora tenha ficado com medo de noite, mas vamos esquecer que eu disse isso). Essa mistura que eu comentei no parágrafo acima, é perfeita pra uma história cheia de reviravoltas e aventura!

Como eu sempre tenho que complicar com algo, esse livro cometeu um grande e comum erro. Por o livro ser em terceira pessoa, não senti Nicolas um personagem chato, entediante ou com mania de perseguição (embora esse ultimo tava permitido, pq um agente de inteligência sem mania de perseguição não entraria pra Scotland Yard #justsaying), então esse não é o defeito do livro. Qual então? Falta de final! Perguntas não respondidas! Mais mistério de histórias ainda mais enroladas e complicadas! Personagens novos que pouco apareceram e colocaram mais e mais pontos de interrogação! Isso acaba comigo! #curiosafeelings

Mas enfim, O Enigma do Fogo Sagrado é o inicio de uma série nacional que vai dar mt o que falar. Então, se vc gosta de Dan Brown, não perde tempo. Ou se vc for como eu, dê uma chance pq o livro merece!

Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

25 de abr de 2011

Harry Potter e as Reliquias da Morte - Parte 1

Não me pergunte como sobrevivi até quinta passada (21) sem ver Harry Potter 7 - parte 1. Logo eu, apaixonada pelo universo de Hogwarts, que todo ano perde um mês relendo tds os livros, e (não riem de mim) espera a carta de admissão a 6 anos! Quando pus as mãos (ou os olhos) no filme, foi um misto de alegria, nostalgia e tristeza. As Reliquias da Morte é, sem sobra de duvidas, o filme mais sombrio, sangrento e assustador da série. Peraí, tb comentei que ele é o melhor?


Sozinhos, sem os professores ou a proteção de Dumbledore, Harry, Rony e Hermione agora dependem um dos outros mais do que nunca. Mas no caminho estão Forças das Trevas que ameaçam acabar com eles.
Paralelamente, o mundo da magia se tornou um local perigoso para todos os inimigos de Voldemort. A grande guerra começou e os Comensais da Morte de Voldemort tomaram o controle do Ministério da Magia e até mesmo de Hogwarts, assustando e capturando qualquer um que se oponha a eles. Mas eles ainda buscam o prêmio de maior valor para Tom Riddle: Harry Potter. O Eleito se tornou o caçado quando os Comensais da Morte saem em sua busca com ordens de levá-lo para o Lorde das Trevas.A única esperança de Harry é achar as Horcruxes antes de ser encontrado. Mas, à medida que procura por pistas, ele descobre uma lenda antiga e quase esquecida: as Relíquias da Morte. E se a lenda for verdadeira, isso poderia dar a Voldemort o imenso poder que ele tanto busca, levando Harry a um Avada Kedavra.

É tenso de ver esse filme a uma/duas horas da madrugada e ficar restrita a gritos suprimidos, gargalhadas internas e lágrimas silenciosas. Não gritar é difícil, Voldemort e sua cara ofídica me dão medo (alguma vez já contei com meu sonho onde ele me perseguia enquanto me escondia atras de um sofa? Psé.), e os comensais do mal aparecem do nada, poxa (1: escrevi do mal de propósito; 2: e não estou pedindo para td vez que for aparecer um comensal tenha um aviso "Atenção: comensal por perto!"). Gargalhadas vinham invonluntárias, em meio a lágrimas, afinal David Yates tem um senso de humor ironico que eu adoro! E bom, como não chorar se é práticamente o fim de uma era?! Eu acompanho Harry Potter desde O Cálice de Fogo (comecei tarde, eu sei), e nesse tempo, já perdi a conta de qts Accio, Lumus, Cruciattos (sou mal) fiz mentalmente.


Cá entre nós, quem se deu bem nesse filme foi a Hermione (Harry e Rony, hein). Ahh, impossivel não comentar a morte do Dobby e da Edwiges - eu, que já sabia de cor a história por causa do livro, mesmo assim chorei feito louca (principalmente na do meu elfo favorito). Confesso que senti falta das paredes cheias de quadros falantes de Hogwarts, de quadribol, dos chás na cabana do Hagrid, da implicancia da Profª Minerva, das escadas bipolares, do Malfoy irritante de qd não era Comensal, enfim, invasão geral da nostalgia.


PS: Pirei com o vestido de casamento da Fleur *-* (Falando nisso, já viu o Lição de Estilo com a Clemence Poesy?)


Definitivamente não vai ter essa de esperar 6 meses para ver a parte final. Algum cinema já tá vendendo os ingressos?


Bjs,
Para vc q me ama, Girlie Poderosa

23 de abr de 2011

Lição de Estilo #11: Emily Osment

Já passou o tempo que Emily Osment era só a melhor amiga da Hannah Montana. A Emily de hoje é cantora de sucesso (ouça Lovesick e Let’s Be Friends e ouse dizer que não), atriz e it girl. Fã de cardigans, botas e sandália rasteiras, Emily mostrou que a fiel escudeira da Miley Cyrus (ou Stuart – tanto faz) também é diva!
Pobre Emily, tava com frio! A mistura do vestido com estampa étnica e o cardigan cinza é um ponto de segurança e dificilmente vai sair de moda. A sandália rasteira branca ela adora – pode reparar que ela vai se repetir em vários looks!
Uma opção mais invernal para aquela saída mais informal. A mistura do tricot (que tá super forte no inverno 2011) com sobreposição da blusa branca, saia de lã (tecido, não malha). Meia calça texturizada, coturno de salto, relógio e mix de colares. Básica e phynna!
O vestido tem uma pegada etnica/hippie. O mix de marrom e azul é trendy! A bolsa carteiro em caramelo e bege é tão ícone qt uma Alexa Bag, então tem que ter! E olha a rasteirinha da primeira foto!!! =D
Super meia estação e bem básico. Cardigan de listras nunca sai de moda e é uma fofura! A regata branca e o jeans são peças que todo mundo tem. A bota que ela ama, marrom e cano alto - mas não tããão alto tipo over the knee. Maxi bolsa preta com detalhes em prata fecha direitinho. E olha o legal é que a bota e a bolsa não são da mesma cor e mesmo assim não tem aquele contraste.
Eu amo esse look Aria de PLL, ou melhor, Taylor Swift (a Aria é bem mais rocker!). Vestido floral com cinto marrom deixando ainda mais feminino e cardigã de tom pastel, que é girlie. E olha a rasteirinha de novo! hehe
Eu amo esse look - são peças basicas que fizerem um visual bem cool. A regata preta tem um jeitinho mais podrinho e saia branca sempre é uma peça mais phyna, ou seja, Hi-Lo. O cardigã assimétrico amarelo é o ponto de cor no look, mas repare: ele não é aquela cor "HELLO!". A meia calça texturizada da segunda foto, bota e colar mais comprido (truque de styling que alonga a silhueta - não que a Emily precise!)
A t-shirt listrada é assimétrica e com listras grandes, que tiram o obvio e clássico da peça! Jeans com barra dobrada tá super trendy. Casaquinho da manga curta sobre a camiseta é um jeito de não deixar as listras horizontais expandirem a silhueta.
Eu já tinha falado desse look do EMA (aqui) e como ela foi uma das mais bem vestidas. Azul foi A cor para festas em 2010 (em 2011 to apostando que vai ser vermelho e/ou branco). O modelo todo texturizado é lindo e ombro único continua forte. Sem comentários para o scapin. #euquero
Eu amo esse look - é super conceitual! A legging é uma das peças mais fortes pra próxima estação, e a preta com brilho contido - que parece couro - ainda mais! A saia bandage e a blusa são vinho, mas em tons diferentes. Mas a peça bapho do look é sem duvida esse colete de pele, todo em preto e branco #loosho! O coturno dá um toque a mias de personalidade e fecha com o rocker da produção. Detalhe: mix de pulseiras!
Esse é um look controverso e nada obvio - bem é meio obvio que ele não é nada obvio, certo? (#crazyblogger). Vc espera ver a peça justa como blusa e o volume dos babados e franjas (*-*)² na saia - mas é o contrario que acontece! A sandália não é minha favorita, esses detalhes dourados são bem estranhos. E mais franjas na pulseira! - Não falei que franja é it?

PS: Feliz páscoa e mts chocolates!!!

Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

21 de abr de 2011

Alerta de Tendência: Jaqueta Aviador

Feriadão, finalmente! Quatro dias inteiros para dormir, ler, pôr em dia aqueles episódios atrasados das suas séries favoritas e ler os posts do Poderosas & Girlies que vc não pode pq tava em época de provas.Mas enfim...

Depois de todas as tendências que eu já alertei (aqui), tava faltando algo it que fosse realmente quente, para aqueles dias que parece Natal americano, sabe? (Falando nisso, até hj não superei a tristeza do Brasil ter o Natal no verão, sem boneco de neve e anjos desenhados no chão! Não sou a unica, né?). Mas analisando as passarelas internacionais, as ruas de Londres e NYC, os editoriais das maiores fashion mags... Bom, tem uma peça super quente e super in: Jaqueta Aviador!

Antes eram uma peça que só os homens tinham direito, afinal, os unicos que pilotaram aviões eram eles. Só que ai surgiu Amelia, a primeira mulher a pilotar um avião (Filmes sobre ela: "Amelia", ou na comédia "Uma Noite no Museu 2"), ela foi a primeira tb a usar a tal jaqueta. Com o lançamento atrasado de "Amelia" no Brasil, a moda aqui não foi tão forte no inverno passado e já era tarde qd a Hermés e a Bluberry desfilaram seus modelos. Mas, bem, o ano virou, a estação mudou, o inverno chegou e a jaqueta pegou! (uy, rimou!)

Eu amo jaquetas perfecto - as de couro me seduziram de uns tempos pra cá que vou te falar - mas essas minhas amadas estão ameaçadas de substituição no quesito de queridinhas das fashionistas. As jaquetas de aviador tem um toque militar bem presente por causa de sua função inicial. Com golas e forradas de/por pele, elas eram originalmente de couro - que tá trendy e protege bastante do frio - mas hj já vem em sarja, moletom e até jeans.

As modelagens boyish são proibidas para garotas mignon - vai ficar parecendo que vc foi engolida pela jaqueta #tenso. Os modelos mais femininos são democráticos e ficam bem em qqr biotipo. Para usar ela, aposte num mix, onde fique diferente do que era usada qd surgiu. Isso não quer dizer que misturas com calça fique feio, só que fica obvio. Peças girlies, como saias e vestidos fluidos e leves, são a melhor opção! As cores principais são o caramelo (que eu comentei aqui) e o marrom, mas tem marcas investindo em variações e estampas, tipo esse modelo floral - fui a unica que lembrou de Garden State?

Aposte, é cool - a Vanessa Hudgens que o diga!
Bjs,
Para vc q me ama, Girlie Poderosa

20 de abr de 2011

Paixão e Liberdade

Paixão e Liberdade por Flavia Cristina Simonelli

Pode um reencontro com o passado promover mudanças no presente? Quando duas amigas se reencontram após 20 anos, não são as mesmas pessoas, definitivamente. Mas os fantasmas do que já foram se misturam com os novos personagens em que se transformaram, provocando desconforto, assombro, desconcerto. Camila, uma jovem executiva que tinha tudo para fazer uma carreira brilhante em Marketing, acaba por tomar rumos completamente inusitados, em um país distante da Europa, onde vai conhecer a origem das dores do amor e da incompreensão. Já Isabel, sem tantas ambições profissionais, mas que desde cedo buscou viver com intensidade as emoções proporcionadas pelo amor, passou por duas relações importantes, que resultaram em uma viuvez e uma separação.

Editora: Novo Século
ISBN: 9788576793304
Páginas: 180
Comprar

Eu precisava de algo bem real. Uma folga de seres mitológicos, mitos, anjos, vampiros, lobisomens... E de preferência, século XXI e com poucas páginas. Fui direto a Paixão e Liberdade da Flavia Cristina Simonelli.

Isabel e Camila eram BFFs nos tempos de faculdade, mas dps da formatura vão perdendo o contato e acabam parando de se falar, cada uma seguindo seu caminho. Enquanto Isabel foca em ter uma família, é mãe, ficou viuva, casou de novo, se separou (e se apaixona com facilidade), Camila é profissional, tem carreira brilhante e acesso a presidência da empresa (acesso até demais). Só que ela acaba se envolvendo com coisas - e pessoas - que não deveria, colocando numa situação no mínimo assustadora sendo que o único fantasma que a atormenta é de seu passado. Em busca de esquecer, ela parte para a Europa, numa vida completamente diferente do que estava acostumada.

O livro é praticamente todo contando as histórias das duas amigas. E não pense que por isso ele é tediante - a leitura flui, já que a vida das personagens tem bastante emoção.

Paixão e Liberdade é narrado em primeira pessoa por Isabel, que não tem mania de perseguição (principal problema das protagonistas literárias). O unica coisa que me incomodou (bastante) na personagem é a mania da busca da felicidade. Deixe-me explicar antes de me apedrejar - vou ter que ser bem filosófica agora. Hoje em dia, é impressionante o qt as pessoas buscam ser felizes. É o seu objetivo de vida, e acaba virando uma obsessão frustrada. Isabel seguido perguntava para os outros "Você é feliz?". Pelo livro ser nacional, não podia culpar a tradutora por problemas com o verbo to be. Entre "ser feliz" e "estar feliz" tem bastante diferença. As pessoas não conseguem ser felizes o tempo todo (mas não apresentam dificuldade em serem tristes o tempo todo). Perguntar se a pessoa é feliz é burrice - vc não quer ouvir a resposta de verdade do mesmo modo que qd se pergunta se está tudo bem!!! Tá, mas já me deti demais nisso, então Isabel darling, aprenda a trocar o ser pelo estar - ou vai pra um lugar que fale inglês!

Esse é um livro pequeno e q vai te fazer refletir. Alem disso, ele deixa uma pergunta no final, que bom, vai ficar sem reposta mesmo - ou então como foi citado, o leitor decide. E, bem, eu preferi o lado trágico para dar mais emoção.

Bjs,
Para vc q me ama, Girlie Poderosa

19 de abr de 2011

Alerta de Tendência: Saia Mídi

Convenhamos que saia é A peça do inverno 2011. Não para de surgir tendências com elas! Tem a longa (que eu já falei aqui ó), a mini, a plissada, a estampada, a lisa, a bandage, a de babados (*-*), e agora, a mídi também. Ok, não é de agora agora (tipo hoje, essa semana, esse mês ou enfim), a mídi tá aí há uns bons anos, só que meio que esquecida (como praticamente td tendência de agora - foi de anos atras e voltou ahasando!).

Só que nisso tudo, as grifes mais bapho no mundo todo apostaram na tal saia (vide Chanel, DKNY, Marc Jacobs, Fendi, Louis Vitton... já tá bom, né?). Também apareceu nas passarelas nacionais, mas foram nos desfiles europeus que a peça virou desejo da mulherada!

Também conhecidas como longuete, a saia cobre o joelho - Aquele meio termo pra quem quer fazer diferente do geral. Normalmente as brasileiras preferem as mini, mas as longas tb já ganharam as ruas. E as mídi tem tudo para invadir o guarda-roupa.

Ela tem uma pegada mais séria que os outros modelos, e por isso dificulta um pouquinho mais na hora de combinar. Os modelos mais its são os de tecido mais fluido, que fique leve e de preferência, em evasê. As tradicionais são as parecidas com as saias lápis, retas e com forte toque profissional. Lembrando: SEMPRE SEMPRE SEMPRE cintura alta!

São os complementos que vão dar personalidade e evidenciar o estilo do look. O acessório indispensável é mais uma vez o cinto (tanto fino como grosso - mas o fino é mais phynno! (A: "escolha de palavras inteligentes, Girlie!" B: "Sério?" A:"Não"). As jaquetas acinturados ajudam a marcar a silhueta e os cardigãs lisos tb são uma boa pedida. A blusa se não pesa, tá valendo: vale aquela blusa diva de seda ou aquele tricot msm (parece estranho, mas fica legal)! Já nos pés vale o tipo da saia: as retas pedem scarpin e oxford de salto; as fluidas fecha tanto com a anabela (fica leve!) ou pesados mais pesados, tipo o coturno, que contrasta!

Carey Mulligan seguido é vista usando a tendência - e ela foi uma das mais bem vestidas da Vogue! Keira Knightley já usou; e se isso vale de alguma coisa (e vale), Alexa Chung já aderiu a tendência.

Bjs,

Para vc que me ama, Girlie Poderosa

17 de abr de 2011

Hathor

Hathor por Markus Thayer


Inglaterra, 1856
John McBrian é aluno em uma renomada faculdade de Cambridge. Entretanto, sua vida pacata de estudante está prestes a mudar. O que a princípio parecia ser apenas um trabalho de escola coloca o jovem inglês em extremo perigo.
Um mistério intrigante, fenômenos inexplicáveis e mensagens criptografadas levam John a cruzar o oceano, onde seu destino o aguarda. 



Editora: Novo Século
ISBN: 9788576793946
Páginas: 352
Comprar




Depois de um longo período de livros sobrenaturais (tá, nem tão longo assim - foi só dois de Lauren Kate, mas enfim), resolvi embarcar em algo mais real. Bom, pelo menos não tão crazy.


Confesso que não gosto de livros que passaram a mais de 15 anos atras, a linguagem é mt corretinha e vcs sabem bem a minha opinião afetada sobre o politicamente correto (alem da minha frustração por os personagens não terem celular - L.J.Smith me traumatizou com isso). Hathor se passa a 155 anos atrás, na Inglaterra. Pq eu embarquei nesse túnel do tempo? O mistério da mensagem criptográfica do primeiro capitulo me ganhou! (Da pra ler o primeiro capitulo aqui).


Jonh é um estudante de Cambrige (renomada faculdade inglesa) e ao fazer uma pesquisa sobre a Guerra das Rosas, descobre algumas folhas de um livro coladas. Curioso, leva o tal livro até um professor para ver se conseguiriam descobrir o que tinha entre as tais páginas. Uma folha:
Mr. Ollirdal Ortauc, like I promised,
here is the key
Remember:
After tenth day the bad dogs run side by side. Be Humble
2526574335343115
"
Juntos, Jonh, o professor, e Willian, seu melhor amigo, embarcam nessa jornada de mensagens em código, mapas e mt aventura.

Eu tinha lido tb, que a capa é super adequada ao mistério, no caso, o que seria Hathor. Confesso que passei quase meia hora olhando fixamente para a capa, afim de descobrir tal. E, quer saber, EU ADIVINHEI! \Õ/ 

Depois que a história se desenrola e vc pega o ritmo, vicia e é difícil de largar! Sei, eu demorei para ler, mas vou te contar uma coisa, vida de segundanista não é fácil! Qd consegui, li 250 páginas em um único dia!  

Sabe qd eu reclamei da data? Psé, em td isso, tem um lado bom! É legal ver teorias que a gnt conhece das aulas de biologia (por ex, a das células) ou ler sobre a Guerra das Rosas (que a gnt estuda em história) na época em que tudo aconteceu. Tenho fortes esperanças que a minha prova de história de amanhã, caia algo sobre a tal Guerra! 

A partir do momento que vcs lerem o primeiro capitulo vcs vão PRECISAR de Hathor, sério! Recomendo!

Bjs,
Para vc q me ama, Girlie Poderosa

16 de abr de 2011

Lição de Estilo #10: Katy Perry

Primeiro, sorry pelo atraso do post - a internet agora tem vida própria e resolve sozinha qd trabalha - não sei com quem ela aprendeu a ser tão do mal! (Com quem será? hehe).

Mas enfim... Nem só de unhas estilosas vive Katy Perry. Tem ainda os clipes baphonicos, as musicas perfeitas, as capas de revistas divas e o figurino divertido que td mundo adora! O seus looks unem tds os adjetivos acima: são estilosos, baphonicos, perfeitos, divos e divertidos: Katy é fã de cupcake nas roupas e acessórios, tem clutch de boca e já usou vestido carrossel!
Já disse que amo legging e sapatilha? Acho coisa mais fofa - não me perguntem pq, mas acho a cara da Tinker Bell (eu sei que não faz sentido, a Sininho não usa legging e sapatilha, dã). A T-shirt "I love boys" tem sua diversão pela estampa (que tá super comum assim! - falando nisso eu preciso de uma I LOVE NY - qm vai me dar?). O craquelado da legging é fashionista, vários estilistas estão adotando a estampa. Só cuide que se vc tem a perna mais grossa, prefira um modelo escuro - os claros tendem a expandir.
Vestido com estampa de vestido - convenhamos, é inusitado! O rosa bebe é bem discreto e quase não aparece a regata branca por baixo. Nos acessórios tem a básica bolsa com alça de corrente e o óculos RayBan. Só que ai entra o cinto e o sapato com a estampa de coração. É impressão minha ou tem um Melissa Lady Dragon + Vivianne Westwood feelings, ai? Se conseguisse ver o salto, eu até podia afirmar que   é a tal Melissa, mas só de frente, fica só na suspeita!
Teoricamente, é outono. Na prática é inverno - pelo menos em Marte! Te falo em frio, hein! Tá, posso ter exagerado, mas não tá nem 20 graus! Esse look é super meia estação, então pra vc que mora em algum lugar que não precisa de casaco pesado, super recomendado! O branco, preto e cinza não tem erro! Na verdade, o look td é in em tempo integral! A T-shirt de coração + cardigã + legging + sapatilha = (*-*). Os acessórios tb ficaram no básico: a mesma bolsa da foto de cima, mix de colares e óculos way farer.
Mais sofisticada, com certeza. O vestido preto é mais justo e tem as estruturas nos ombros - é uma tentativa de capa frustrada? Não sei... O cinto preto que marca a silhueta é um truque para deixar um visual mais soltinho mais feminino, o que não é o caso. Detalhe dourado incompreendido. A ankle boot é linda (só tem o defeito do bico fino, né? Mas enfim...).
Pelas cores, dá uma lembrada no navy: azul, vermelho, preto! Só que tem fortes detalhes que fogem do estilo:  a blusa mais rasgada - o navy é corretinho; a estampa de aranhas na saia - o navy prefere ancoras; o azul mais aberto da bolsa - o navy gosta do marinho; os acessórios em prata - o navy prefere dourado. Mas mesmo assim, ficou legal!
Estampas de rosa estão em alta, mas não são minhas preferidas - me lembram mt aquelas pinturas antiguíssimas de natureza morta. O vestido bandage continua forte, já foi mais, mas ainda tá it. Nem preciso comentar o motivo desse look estar ai, né? O cardigã de pele sintética em rosa bebe - um amoure #euquero!
Estampa geométrica é minha preferida - principalmente em modelo rodado, acho que contrasta bem discretamente. Esse tipo de estampa vai continuar forte no inverno 2011, então pode apostar! Eu tenho aversão a scarpin lilás - não gosto!
Essa é um look pra vc copiar e arrasar na próxima estação. A saia bandage com estampa floral continua no seu guarda-roupa dps do verão - é só jogá-la junto de maxi tricot, meia calça colorida e bota. #Diva
Sentindo falta dos look mais divos? Ai! Amei, surtei, adorei, suspirei (...) pelo vestido. Vcs já me conhecem o suficiente pra saber o motivo. #Princessfeelings! O cinto tem o laço, pra deixar mais girlie ainda. Tem um toque discretamente rocker pelas tachinhas no decote. #Iloved
OWN *--* Saia de franjas! Detalhe de transparência! Nude! Cintura marcada! Look divo, ou melhor, master divo! Aposte nele pra uma festa de 15 anos, formatura (õ formatura fora de época!), casamento ou qqr festa mais phynna que vc ver pela frente. Só não uso o sapato nem sob tortura - e duvido que alguem que não seja uma celeb que adora causar, use tb essa coisa deformada!

Bjs,
Para vc q me ama, Girlie Poderosa

14 de abr de 2011

Caramelo ou Vermelho, qual vai ser?

Façam suas apostas: Qual será a it cor do inverno 2011? Peço que não rebatam a pergunta - ficariam sem resposta! Não consigo me decidir qual dessas cores tem mais indícios para bombar no inverno! Tanto vermelho como caramelo (tb conhecido como Camelo, tanto faz) bombaram super nas passarelas nacionais e internacionais e estão cada vez ganhando mais as ruas do mundo inteiro. It girls já tem várias peças com essas cores e usam o tempo todo. Só que entre vermelho e camelo, um único detalhe faz toda a diferença: enquanto o caramelo é neutro, o vermelho é intensa e vibrante. Em outras palavras, o caramelo combina com tudo - o vermelho pode estragar tudo!

Quer analisá-las separadamente?

Vermelho: Destaque em várias passarelas mundias (vide Neon no SPFW), o vermelho nunca sai de moda - só varia qd vai ficar mais ou menos forte (caraca, esse "mais ou menos forte" foi um big assassinato ao português!). A regra mestre é combinar o tom de vermelho com seu tom de pele. Há vermelhos puxados para o laranja, cereja ou até num tom aproximado do vinho. Geralmente, quem tem a pele mais amarelada vai bem com tons de vermelhos alaranjados. Para quem tem a pele mais rosada, os cerejas e vinhos combinam. Pra não ter erro, vale testar na frente do espelho. Combinar a it color com preto, azul marinho em listras (...) fica absolutamente e totalmente navy - o que é legal, mas combina mais com o verão. Para deixar mais casual, aposte no color blocking. Vale usar com amarelo, laranja, azul claro (deixe o verde para o Natal). Nos acessórios tb tá valendo. Se quiser apostar numa bolsa ou no sapato vermelho, use com tons mais neutros pra não ter briga (ai entra o caramelo!). E, claro, use um de cada vez - nada de bolsa e sapato vermelho no mesmo look - erro fashion super comum e master errado!!


Caramelo: Ao redor do mundo as pessoas estão julgando o caramelo como o novo preto. Discordo total! NADA NEM NINGUÉM PODE SUBSTITUIR O PRETO! Ok, exaltação a parte, prefiro dizer que o camelo pode ser considerado algo tão forte qt o nude, velho-atual queridinho das fashionistas. Super fácil de combinar, qualquer peça é valida! Lembrando que a cor tem que combinar com a sua pele - não brigue, nem fique do mesmo tom, se não se torna nude. O camelo combina super com o estilo dos anos 70, junto de bolsas a tiracolo, óculos grandes... Ele tb fecha bastante com o retrô romântico ao lado de estampas liberty, renda... E tem tm o militarismo, presente nas calças cargo... Enfim, o caramelo fecha com tudo, em qqr estilo (abrindo excessão pro punk rocker, que permite preto e somente preto - e como o caramelo NÃO é o novo preto (viu falaninha que tá espalhando esses boatos sem nexo!), ele não se encaixa tanto ai. As bolsas e sapatos nessa tonalidade são itens necessários, embora o must have dos must have's é o cinto de couro trançado. Tem mt gente usando esse modelo colorido, mas não, a unica cor que realmente fica legal alem dos caramelo é o vermelho (impossível falar de um sem citar o outro). Cintos coloridos tem que ser aqueles fininhos lisos (com algumas excessoes - taxas, topes...).


Confesso que prefiro caramelo - não sou a maior fã de vermelho (pra não dizer que nem fã sou.) Mas então, qual vai ser: Caramelo ou Vermelho? - Quero saber nos comentários!


Bjs,
Para vc q me ama, Girlie Poderosa