29 de dez de 2011

Hex Hall por Rachel Hawkins

Hex Hall - Hex Hall #1

Há 3 anos, Sophie descobriu que não é uma menina como as outras. Ela é uma bruxa e, até agora, isso só lhe trouxe alguns... arranhões! Sua mãe fez tudo o que pôde para ajudar: leu o que conseguiu encontrar sobre bruxas, fadas e magia; procurando consultar o pai ausente de Sophie — um poderoso feiticeiro europeu — só quando necessário. Até que a menina atrai atenção além da conta depois de um feitiço de amor poderoso demais... E é seu pai que define a sentença: Sophie deve ir para Hex Hall, um reformatório afastado de tudo e de todos que está sempre de portas abertas para receber qualquer “prodígio” que saia da linha — ou seja, além de bruxas como Sophie, fadas, metamorfos etc. E a tendência de Sophie para encrencas não decepciona. Já no fim do primeiro dia, ela acumula problemas: três poderosas inimigas que mais parecem supermodelos, uma fantasma que cisma em persegui-la, uma paixonite idiota pelo feiticeiro mais charmoso da escola — e ele tem namorada, mas como Sophie poderia saber? Para piorar, sua companheira de quarto é a pessoa mais odiada do campus, e a única vampira entre os alunos... Sim, os sanguessugas não têm boa fama, e uma série de ataques a estudantes acaba fazendo da única amiga de Sophie a suspeita número um na mira do Conselho e da direção da escola. Isso não é tudo, e Sophie precisa se preparar. Uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os prodígios, inclusive e principalmente ela, parece estar mais próxima do que nunca de Hex Hall. Sophie terá de descobrir, do que sua magia é capaz e, sobretudo, suas origens e quem ela é de verdade.

Autora: Rachel Hawkings
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501086075
Páginas: 299
Nota: 
Comprar
Extra: Melhores do Ano

Como eu falei no post de melhores do ano, Hex Hall é um livro que habita minha lista de desejados há mais tempo que posso lembrar. Só que com a mudança da capa (essa até é bonitinha, mas a internacional é perfeita!), e o preço sempre pela casa dos trinta, fui deixando passar, deixando passar. Até encontrar em desconto progressivo por R$21,45. Comprei, devorei e amei. 

Sophie descobriu que é bruxa aos 12 anos, e desde então vive mudando de cidade em cidade já que acaba por fazer feitiços para ajudar os outros. E depois de fazer um feitiço de amor excelentemente funcional para a tímida garota da escola, ela é mandada para Hex Hall, um internato para bruxos, metamorfos, fadas. E é lá que a história começa.

Uma coisa que chama bastante atenção em Sophie é sua ignorância sobre o mundo sobrenatural. Ela não sabe quem é seu pai, ou pelo menos, quem ele realmente é. Ela não conhece as sociedades que matam Prodígios (modo que chamam as "espécies" de seu mundo) que a mãe, uma humana, tanto tentou escondê-la. Mas isso não faz dela uma protagonista ruim, muito pelo contrário. Depois de ter um ataque histérico, Sophie caiu de cabeça nesse mundo - acumulando inimigas, sendo colega de quarto e, principalmente, amiga da única vampira da escola que está sendo ameaçada de matar algumas alunas que aparecem com sangue drenado, além de se apaixonar por um garoto comprometido com uma das garotas anti-Sophie. E tudo isso com um incrível humor negro, tiradas inteligentes e analises perspicazes. Protagonista maravilhosa: sim ou com certeza?

Sabe aquele livro que você lê e fica saturada em um capitulo, pensando em abandonar? Hex Hall, definitivamente, não é assim. Você lê um capítulo e logo tem uma novidade, e você lê outro e acontece uma reviravolta. A história te deixa curiosa e a leitura flui. E o livro acaba. A narrativa de Rachel é muito boa. A escolha pelo uso de primeira pessoa e uma protagonista ativa e esperta fez as coisas andarem.


O interesse amoroso de Sophie é um caso a parte: Archer é, além de lindo, um personagem com aquela bipolaridade que a gente gosta e não se importa. Ele é chato de inicio, usa muito sarcasmo e seu sorriso debochado é só fachada. Quando vamos conhecendo-o, vai virando amigo de Sophie, Archer muda, mostra um lado tão fofo, tão querido. E, assim como a protagonista, você se apaixona. 

Depois de conhecer várias histórias, não posso dizer que fiquei surpresa com o que a autora fez. Foi um mash up com quase todas as séries de livros que li, e de um modo bastante original (#alertadecontradição). O próximo livro está previsto para final de 2012 - maldade da Galera - e pelo que li, AIMEUDEUS! [...] Rachel Hawkins é uma ótima escritora, Sophie uma ótima personagem e Hex Hall um ótimo livro. Se eu recomendo? COM CERTEZA!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

2 comentários:

  1. Fiquei com mais vontade ainda de ler!!!

    Já estava na minha lista a séeeeculos!

    Mas 2012 tá aí pra comprar um exemplar pra mim.. Rsrs.

    Valeu pela lembrança Jo!!

    @nathalia_asc

    ResponderExcluir
  2. Este livro está na wishlist a mais tempo do que posso lembrar. Sim, um fato vergonhoso!
    Amei a resenha e desejo muito este livro, a história parece ser muito boa e personagens não-chatos/extremamente tagarelas estão na lista dos mais amados, com certeza. HAHAHA
    Sinceramente estou muito curiosa para ver como Sophie vê este mundo em que foi jogada de cabeça e a convivência com todos os tipo de seres mitológicos. Ok, confesso que este tal de Archer também me deixou com mais vontade de ler o livro! HAHAH

    Beijos,
    @umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!