21 de set de 2011

Looks Emmy Awards

Oscar, Grammy, Globo de Ouro, BAFTA e Emmy: as cinco premiações mais chiques do entretenimento mundial. Os Red Carpets desses eventos são sempre tomados por vestidos longos de grifes europeias, brilhantes e diamantes envoltos de ouro, Loubotins, Manolos e Jimmy Choos carérrimos de salto 12... Um loosho só! O Top 10? Curte só:
Sarah Hyland
Lyndo, lyndo, lyndo! O vestido coral era de um tecido levemente transparente e extremamente esvoaçante. O plissado irregular deu uma texturizada e o ombro único teve sua volta ao tapete vermelho. Os acessórios em prata deram uma modernidade no look que tem carinha de grego. Adorei a ousadia de usar um peep toe branco, sendo que normalmente é monocromático. #Perfã
Heidi Klum
Elegante em vestido nude com brilho suave, Heidi Klum abalou nas referencias retrô. O corpete em branco off white tinha uma fina camada de tecido brilhante. Já a saia chamava toda atenção: assimétrica e armada, as texturas da barra são última tendência! Agora, bico fino, Heidi? URGH! Adorei a brincadeira dos tons das joias, contraste forte com o vestido!
Evan Rachel Wood
Enquanto olhava o Red Carpet ontem na Warner, um dos looks que mais me chamou atenção foi o da Evan. Capaz que não. O vestido preto tinha uma modelagem bem simples, deixando espaço pra baphonice dos paetês pretos. Como a frente é toda em linhas retas, as costas permitiram o decote fundo e a cauda mais longa. #Phynesse
Elizabeth Mcgovern
Junto do vermelho, vinho foi uma das cores mais presentes no Red Carpet. Elizabeth escolheu um modelo simples, de cetim com transpassados de seda uns dois tons mais escuros para dar leveza e movimento. Fez toda a diferença.
Maria Menounos
Digamos: um tubinho longo. Na mesma linha de Evan Rachel, Maria escolheu um modelo preto com brilhos,só que menos sutis. O corte simples do vestido junto dos paetês maiores acabou dando um efeito contrastante, sendo que o corte dá um efeito sequinho e o brilho molhado. Gostei da brincadeira!
Nina Dobrev
É tão difícil ver Nina extremamente elegante como no Emmy. Vermelho reinou entre as celebridades! Ela escolheu um modelo tomara que caia justo com abertura estruturada na barra, meio como sereia, só que mais sofisticado. Adorei a clutch de brilhantes!
Cat Deeley
É lindo, mas o vestido que Cat usou tem um jeito tão comum pra Red Carpet. Ok, os bordados com brilho no branco em modelo mais fluído é chique, tem uma pegada moderna, mas não inova. Esse ano já foi usado um modelo bem parecido e quando você olha tem a impressão que já conhece, não é nenhuma novidade. O modelo de Cat Deeley é ótimo desde que seja sua primeira aparição em tapete vermelho.
Annie Lionzeh
Falei do vinho, não falei? O modelo plissado irregular é bem justo, mas por ter uma cauda, e abertura não vulgarizou. O decote coração deixou bem feminino. Gostei do headband na testa, um acessório informal que junto do coque ficou elegante, surpreendentemente.
Cobie Smulders
Normalmente o azul de tapete vermelho é Royal, escuro mas aberto. Cobie inovou com um modelo anil, clarinho e marcante. Leve, o vestido tinha decote profundo e saia assimétrica, com cintura marcada. A faixa monocromática na cintura deu uma afeminada e as jóias pequenas uma sofisticação. #PHYNA
Kelly Ousborne
Kelly é it! Claro, concordamos que quando ousa o nível de fashionismo sobre metros, mas seus looks contidos também são lindos. Em tom fechado, o vestido era todo plissado e justo até o joelho e abria numa cauda de sereia (moda nova e quente entre as celebs!). Gostei da combinação entre o tom do vestido e a pedraria das jóias.
Kerry Washiongton
Vestido de opiniões bastante controversas: uns amaram, outros odiaram. Sinceramente, gostei, não cai de amores, mas gostei. Como vermelho foi a cor da noite, Kerry abusou só que de um modo não muito convencional. Vermelho normalmente pede vestidos simples e retos, onde só a cor dá o toque especial. Para a atriz não! A saia era em franjas, mais compridas atrás, o vestido era todo escamado que longe parecia brilhos... Chamativo, mas bonito.
#FAIL da noite: Gwineth Patrow
Justificar mal gosto com etiqueta é algo! Gwineth usou um Emilio Pucci, grife mega renomada que tem peças incríveis  só que a atriz/cantora escolheu um dos poucos vestidos feios que tinha nas araras do italiano. Se é que dá pra chamar de vestido. A tendência da barriga de fora foi exagerada, tinha muita pele a mostra. A estampa tinha uma pegada étnica que não combinava com os acessórios sofisticados e nem com o evento. Definitivamente, alta costura nem sempre significa alta elegância.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!