13 de jun de 2011

Strange Angels

Strange Angels por Lili St Crow (Strange Angels #1)


O Mundo Real é um lugar apavorante. Basta perguntar para Dru Anderson, uma órfã de 16 anos - garota durona que já acabou com sua parcela de bandidos. Ela está armada, é perigosa e está pronta para atirar primeiro e perguntar depois. Então, vai levar um tempo até que ela possa descobrir em quem confiar. Dru Anderson se acha estranha por mais tempo do que é capaz de se lembrar. Ela viaja de cidade em cidade com seu pai, caçando coisas que nos aterrorizam à noite. Era uma vida bem esquisita, mas boa - até que tudo explode em uma cidade gélida e arruinada de Dakota, quando um zumbi faminto arromba a porta da cozinha. Sozinha, aterrorizada e sem saída, Dru vai precisar de cada pedacinho de sua esperteza e treinamento para continuar viva. Seres sobrenaturais decidiram ser os caçadores - e desta vez, Dru é a presa. Chance de sobrevivência? De pouca a nenhuma. 


Editora: Novo Século
ISBN: 9788576793922
Páginas: 288
Comprar

Vamos calcular! Comece somando uma capa linda e uma sinopse instigante. Coloque alguns comentários negativos sobre a narrativa maçante. Tinha acabado de sair de um livro perfeito com um tema bastante parecido. Falando em Instrumentos Mortais, meu Cidade das Cinzas chegou um dia depois de começar a ler Strange Angels, ou seja, lê rápido para terminar logo. Resultado? As chances de gostar era mínimas, e como cálculos são exatos, eu não gostei.

"Oi. Meu nome é Dru Anderson. Meu pai surtou legal depois que minha mãe morreu e agora viaja por aí caçando coisas que pulam na noite matando coisas que só se acham em contos de fadas e histórias de horror. Ajudo-o quando posso, mas na maior parte do tempo eu incomodo, ainda que consiga adivinhar onde algo não humano pode dar as caras. Estou cabulando aula porque daqui a três meses não vou estar mais aqui. Nada dessa droga interessa porra nenhuma."
Página 27

Esse é o mundo de Dru, uma garota de dezesseis anos que vive pulando com o pai de cidade em cidade em busca de demônios, vampiros, lobisomens e seres da noite. Isso até seu pai ser transformado em zumbi, e ela ser obrigada a matá-lo (ou só terminar o serviço). Orfa e tentando ao máximo evitar a casa onde está o corpo de seu pai, ela sai com Graves, o garoto gótico meio oriental que sentava na sua frente na aula de História dos Estados Unidos e que mora em um shopping.

Mas não é pq seu pai morreu que as criaturas noturnas vão deixa-la em paz. Lobisomens, zumbis e outros seres estão caçando Dru, ameaçando não só sua segurança, mas a de Graves, que se meteu na roubada junto dela.

Pela sinopse oficial vc imagina que o livro seja a história inteira naquela noite. Se a narrativa fosse fluida, 288 páginas sobre uma noite assombrada numa luta com um zumbi seriam não cansariam - afinal, a história tem tudo para ser maravilhosa. Só que a Dru é o problema. Sabe aquela pessoa que pensa uma coisa, faz outra, se arrepende de não ter feito uma terceira e depois se toca que o mais certo era aquela quarta ação? Ela não me cativou.

Não vou dizer que o livro é 100% sem graça. Digamos que a história começa a pegar ritmo e ficar interessante pela página 200. Ah, Joana, quanta maldade, ser legal faz bem sabia?! Tá, a história fica boa a partir da 192 (desculpa, consciência, mas não posso fazer melhor que isso). Ele deixa a abertura para Traições, o volume dois da série, ser de tirar o folego. Eu já tenho o livro, mas tem mts na frente - e a vontade não tá mt grande, sabe?!

O que é estranho é que mundo sobrenatural é chamado de Mundo Real. Não tem mt lógica nisso. Nós vivemos no mundo normal... Perai, nós virgula, vou saber se vc não aproveita o tempo livre matando zumbis? !

A história é boa, a Dru é chata, a capa é linda e o preço é camarada. Não sei, talvez esse livro seja só mais um ritual de passagem para Traições abalar a literatura (aham, sei), mas não é aquela leitura imperdível. Mas acho que vou gostar de Traições.

"As outras garotas não têm pais que gritam com elas "faça seu trabalho, não importa a dor", "bata com mais força", "entra lá e mata, mata, mata!". Outras garotas nunca encheram garrafas térmicas com água benta, nem entregaram munição por uma janela enquanto seus pais enfrentavam coisas que rastejavam depressa, como baratas gigantes mutantes."
Página 20
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

5 comentários:

  1. Já li esse livro, pela sinopse também pensei que o livro se passava em uma noite.

    Eu até que gostei do livro, concordo com você que ele começa a ficar bom la no final, a única coisa que eu não gostei mesmo foi aquele "cê" o livro inteirinho e a Dru que em algumas resenhas que li pensei que fosse aquela mocinha forte decida e no final ela é totalente o contrário.

    ResponderExcluir
  2. Oi Jo!
    Ahh já li tantas resenhas negativas a respeito desse livro que perdi totalmente a vontade de ler, mas como tenho ele estou em busca dela hahahaha
    Mas pelo menos você falou que tem ALGUMA parte boa né!
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo no blog: Resenha de Amores Infernais Passa lá :)
    Tá rolando duas promoções no blog: O Amor Está no Ar! e Da Estante Para Sua TV! Participe :)
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland - http://booksinwonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ola!!
    Joana não entendo como vc não se empolgou na história, eu devorei o livro, não conseguia parar de ler.Sinceramente não achei a Dru chata, eu até gostei dela porque para idade dela passar por tudo que passou até que ela reagiu bem, e o Graves é um fofo!!!me apaixonei por ele.O enredo todo é sempre muita ação, uma hora dru tá dormindo e de repende BAHM!!começa algo misterioso acontecendo, depois ela tá correndo e casas explodem e enfim é muita ação, acho até que este livro merece ser um filme, cara é muita ação!!!Eu mal posso esperar p/ler Traições, as duas capas são lindas eu só achei que a editora deveria manter o titulo em inglês(Betralyas) já que começou em inglês, idem pra Fallen e Tormenta.
    Bjos!!!
    http://palavrasproliferas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa, a capa é realmente linda e a sinopse chama muito a atenção! É uma pena que a história não tenha te agradado.

    É chato quando compramos um livro e não nos identificamos né?! Mas poxa, dê uma chance ao segundo volume, vale a tentativa, eu acho. haha'

    Mas pelo menos você não desistiu desse, conheço tanta gente que começa e para, porque ficou chato, porque não gostou. Eu sempre incentivo as pessoas a terminarem a leitura, por mais chata que esteja, o fim pode sempre ser legal. E em alguns livro compensa muuuito!

    Esperarei para ler a resenha do segundo volume então. hehe'

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Você pode não ter gostado do livro mas pelo que você mesma disse eu me interessei, ainda mais por ter zombies o que não é muito comum em livros. Não me interessava pelo livro antes da sua resenha, agora eu quero ler hauahua.

    www.frozenlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!