14 de jun de 2011

Cidade das Cinzas

Cidade das Cinzas por Cassandra Clare ( Instrumentos Mortais #2)

Normalmente eu coloco o aviso de spoiller mais abaixo, mas desta vez é precaução mil. Se vc ainda não leu Cidade dos Ossos, não leia essa resenha! Clique aqui e será redirecionado a outras resenhas!

No mundo dos Caçadores de Sombras, ninguém está seguro. E agora que Clary descobriu fazer parte do perigoso Submundo, sua vida nunca mais será a mesma. Jace, seu recém-descoberto irmão, está cada vez mais impossível, e não parece medir esforços para enfurecer a todos. E sua atitude de bad boy não ajuda em nada quando, após o roubo do segundo dos Instrumentos Mortais, a Inquisidora aparece no Instituto para interrogá-lo... Agora Jace é suspeito de ajudar o pai, o perverso Valentim, num plano que vai colocar em risco não só a Idris ou o Submundo, mas toda a cidade de Nova York. E Clary não pode deixar de se perguntar: será que as ironias de Jace são só uma forma de chamar atenção, ou também pode haver uma traição por trás de tanto mistério?


Editora: Galera Record
ISBN: 9788501087157
Páginas: 406
Comprar
Livros anteriores: Cidade dos Ossos


Eu já tinha avisado no Twitter (segue lá @GirliePoderosa) que assim que terminasse o livro, eu ia ficar fragilizada. Dito e feito. Estou com os olhos cheios da água, um bolo na garganta e o coração super apertado. A minha playlist de animar não tá funcionando, meus filmes favoritos não dão certo, episódios de séries amadas, trechos de Sophie Kinsella... Tudo volta para um ponto. Jace. Clary. Jace e Clary. 


Clary é filha de Valentim, o cara malvado que além de roubar o Cálice Sagrado, um dos Instrumentos Mortais capaz de criar novos Caçadores de Sombras, também roubou a Espada da Alma, o Instrumento que consegue desmascarar mentiras dos Caçadores. 


Como se já não fosse pouco, ela está envolvida em um triangulo amoroso com o melhor amigo, Simon, e o irmão, Jace, que por sua vez, está sendo acusado de ajudar Valentim no roubo dos Instrumentos, já que ambos são um tanto parecidos: irritantes, sarcásticos e com um magnetismo natural. E se não fosse pouco, tem a cruel Inquisidora que está no Instituto para julgar (e punir) Jace pelos supostos planos malignos que faz com o pai.


Até agora, não vi ninguém que leu a série e se importou com o fato de Clary e Jace serem irmãos. Sou só mais uma que está desafiando todos os princípios morais e religiosos pelo amor dos protagonistas. Acompanhei todo o crescimento da relação deles: do ódio inicial à paixão. Lamento, mas nem as brigas deles são brigas de irmãos. Desse assunto tenho experiencia, e vou te dizer, as brigas de Clary e Jace não tem nada a ver com a TPM batendo de frente com a testosterona. 


As vezes é estranho pensar como tudo começou. Naquela época, na boate Pandemônio, a vida de todos era mentira. Uma doce, suave, com-mais-chances-de-happy-end mentira. Produção, pode parar tudo e voltar no tempo? Se o Valentim não fosse um cara mau, Clary e Jace poderiam ter sido criados como irmãos, nunca teriam se apaixonado e Simon seria o namorado perfeito. Só que não foi isso que aconteceu. Então não vai ser isso que deve acontecer.


Eu já tinha desenvolvido uma brilhante tese sobre séries: o primeiro livro você ama, o segundo odeia e o terceiro te destrói. Só que com Instrumentos Mortais essa minha teoria falha. E feio. Nunca tinha considerado uma série inteira como favorita. Nem Harry Potter. Mas essa sim! Cidade das Cinzas não é só mais um rito de passagem. Eu amei. O livro me destruiu, me deixa triste e toda hora me pego pensando nisso, do mesmo jeito que foi com Cidade dos Ossos, do jeito que vai ser com Cidade de Vidro, Cidade dos Anjos Caídos e todo o resto da série!


Cassandra é um gênio! Ela uniu tudo: o personagem desejo da Becca Fitzpatrick, a leveza da narrativa da Meg Cabot, o sobrenatural da Lauren Kate, tudo de um modo original, que junto com o romance incomparável, com cenas de ação de tirar o fôlego, uma protagonista incrível e um jeitinho especial de fazer a história cativar e fluir, ela se tornou minha escritora favorita. Em mais de 850 páginas, a autora não se perdeu em momento nenhum! A melhor escritora que já vi!


Fazia muito tempo que não passava um dia todo lendo! Ontem a noite, quando terminei, estava de pé na cama, com o rosto lavado de lágrimas e uma raiva louca do Jace. Tenho pena do meu pobre travesseiro que eu mordi de tanta frustração (#edwardfeelings). O difícil (praticamente impossível) vai ser esperar até setembro pelo resto - principalmente agora que to obtendo sucesso em ler em inglês e a Saraiva tá com preços de matar!


"- Você acha que ela vai conseguir colocar um pouco de juízo na cabeça dele? - perguntou. - A irmã? 
- Se ele der ouvidos a alguém, será a ela. 
 - É bonitinho - disse Maia. - Que ele ame a irmã desse jeito. 
 - É - disse Simon. - É uma graça."
Página 57
"- Não tenho certeza que exista uma vida normal. 
 Clary olhou para o braço onde Jace havia desenhado a única Marca que ela havia recebido. Ainda podia ver o traçado branco como um laço que havia deixado para trás, mais uma lembrança do que uma cicatriz. 
- É claro que eu quero me afastar de toda essa maluquisse, mas e se a maluquisse vier atrás de mim? E se eu não tiver escolha? 
 - Talvez você não queira se afastar da maluquisse tanto assim - murmurou Simon. - Pelo menos não enquanto Jace ainda estiver envolvido."
Página 76


Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

4 comentários:

  1. aaah, eu ainda não acredito que os dois sejam irmãos...
    Ainda acho que o Jace não é filho do Valetim, acredita?
    Eu ameeei esse livro e com toda certeza está entre os meus favoritos *-*
    Adoorei a resenha :D
    Beijoos,
    http://mundo-da-noite.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ola!!!
    Cara é gritante para eu ler sobre esta série ainda não li o primeiro!!AAAAAHHHHHHH
    Agora o fato dos protagonistas-casal serem irmãos, melou a história ficou complicado, gostar do casalsinho.Mas enfim como tenho lido em muitas resenhas a narrativa da autora faz valer e muito a pena ler o livro, e a história tb.
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  3. Já li cidade dos ossos e não vejo a hora de ler esse, ainda não acredito que a Clary e o Jace sejam irmãos, estou super curiosa para saber como a autora vai resolver isso, mas eles tem que terminar juntos.

    Agora voltando ao livro, depois do de ler cidade dos ossos achava que esse não iria conseguir superar o primeiro e apesar de estar super ansiosa para ler tinha medo que esse me decepcionasse, mas a cada resenha que leio vejo que esse é ainda melhor o que só faz minha vontade de ler aumentar cada vez mais.

    ResponderExcluir
  4. Eu não li a resenha, você me proibiu logo no começo.
    Poxa vida, faz um tempo que estou querendo Cidade dos Ossos, mas cadê? Cadê o dinheiro pra comprar todos os livros que eu quero?

    Enquanto me conformo em ser pobre fico aqui, curiosa pra ler a resenha. :/

    Beijinhos.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!